Full width Top advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Crítica - Il Legame (2020

Crítica - Il Legame (2020
Crítica - Il Legame (2020


Realizado por Domenico Emanuele de Feudis 

Com Riccardo Scamarcio, Mía Maestro


Na sua crítica, o célebre website Wired Itália descreveu "Il Legame" como um "filme de qualidade", aliás foi até mais longe e afirmou que "finalmente Itália conseguiu produzir um filme de terror acima da média". Embora tais elogios sejam um pouco exagerados, até porque nunca nos podemos esquecer do ilustre passado do cinema italiano no terror, certo é que nenhum produto recente conseguiu conquistar aclamação nacional e internacional. Por isso compreendo perfeitamente a apoteose e a expectativa que tem vindo a rodear esta longa metragem de estreia de Domenico Emanuele de Feudis como realizador. 

Já disponível na Netflix, que o escolheu para iniciar a sua programação de Outubro dedicada ao Terror e ao Halloween, "Il Legame" explora a saga de uma mulher que, durante uma visita à mãe do noivo no sul de Itália, é obrigada a lutar contra a misteriosa e malévola maldição que ameaça a sua filha. Tal premissa faz-nos recordar os grandes filmes de maldições que nos últimos anos foram produzidos por Hollywood, Espanha e Reino Unido. Tal sensação é confirmada quando mergulhamos a fundo neste projeto que, na sua génese, tem uma clara aptidão comercial movida por bons exemplos recentes, mas não é só por boas sensações que se justifica o seu sucesso. Estamos sem dúvida perante um filme com qualidade que apelará aos fãs de terror, mas também aos meros curiosos que esperam encontrar aquele filme inesperado que promova aquele sentimento de medo e tensão que todos nós esperamos encontrar em qualquer digno produto do género. 

É certo que não se pode dizer que a sua intriga seja radicalmente imaginativa, até porque podemos enumerar de cabeça vários filmes com uma premissa algo similar e onde esta espécie de terror sobrenatural com ligações familiares ganha uma clara preponderância, mas esta obra ganha, ainda assim, alguma vantagem em relação à suposta concorrência. E tal acontece porque promove uma intriga bem montada e sempre dotada de elevado suspense, sendo que o terror presente é agradavelmente subtil e vai-se entranhando no espectador até a um ponto em que tudo degenera numa parte final louca que nos faz recordar até da reta final do clássico "Suspiria". E aqui importa referir que é notório que o legado de "Suspiria" está bem presente nesta obra que, embora radicalmente diferente desse clássico, evidencia certos apontamentos que denotam como é que o clássico de Argento influenciou a mente e a criatividade dos novos cineastas italianos como Feudis que, na minha opinião, é claramente um nome a ter em conta para o futuro. E Hollywood já está atenta....

Sem dúvida, "Il Legame" é uma ótima proposta para ver neste mês onde o Halloween e o Terror serão rei. É mais um grande exemplo da qualidade e do potencial do terror europeu e, acima de tudo, a prova assumida que a Itália está de volta aos grandes filmes de terror. Ficamos à espera de mais, quer de Itália, quer da Netflix que, recentemente, tem sido o grande motor criativo e financeiro do género de terror em todo o mundo. 


Classificação - 3,5 Estrelas em 5

Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]