Mais Recentes

Post Top Ad

Your Ad Spot

segunda-feira, novembro 12, 2018

Entrevista a Friederike Becht, Promissora Atriz Alemã e Protagonista da Série Parfum

O Portal Cinema teve o prazer de se sentar à conversa com a atriz Friederike Becht. Com papéis de relevo em filmes como “The Reader“,  “Hannah Arendt“, “Labirinto de Mentiras“ ou, mais recentemente, na série de sucesso “Parfum“, Becht tem vindo a destacar-se como uma das maiores promessas da representação alemã. Temos a certeza que terá todo o interesse em ficar a conhecer melhor esta talentosa atriz e o seu trabalho e, por isso, esperamos que esta entrevista o ajude a descobrir este grade talento do cinema alemão. Recentemente, um dos seus mais recentes trabalhos como atriz, o filme de terror “Four Hands“ , foi exibido no Motelx 2018, tendo sido considerado um dos melhores filmes do certame. Pode ler a Nossa Crítica AQUI.  

Portal Cinema had the immense pleasure to sit down for a talk with actress Friederike Becht. With prominent roles in films such as "The Reader," "Hannah Arendt," "Labyrinth of Lies," or more recently in the hit series "Parfum", Becht has come to stand out as one of the biggest promises of the German film industry. We know that by now you are curious to know more about this promissing star‘s carreer and that’s why we have the absolute pleasure to present you with our full interview with this top actress.  Full Interview in Portuguese, English and German

Portal Cinema (PC) – Penso que é importante começar esta entrevista com uma pequena exposição sobre o seu passado no cinema. Quando é que decidiu embarcar numa carreira de atriz? E quais são as suas principais influências / inspirações nesta indústria?/ I believe it’s important to start this interview by talking about your background. When and Why did you decided to embark on an acting career? And what are your main influences/ inspirations?

Friederike Becht (FB) – Lembro-me que quando tinha nove anos de idade escrevi no meu diário que queria tornar-me atriz. Foi apenas uma frase, entre longas descrições de aventuras com os meus amigos, mas está lá bem presente essa ideia. E o pensamento em si foi despertado por um filme de animação, "O Rei Leão", que foi a minha primeira visita ao cinema. Essa atmosfera – sentar-me com tantas pessoas numa sala escura iluminada apenas pelo filme, o súbito riso comum e o silêncio nesta sala, ouvir uma história juntos e ser levada por ela - foi para mim um momento mágico e permanece tão real na minha memória até ao dia de hoje. É certo que não me tornei no Simba, mas isso ainda pode acontecer 😊
Depois dessa experiência acabei por me desinteressar durante uns anos pela minha futura carreira, mas o interesse pelo cinema regressou quando descobri a disciplina "artes dramáticas" na escola secundária. É óbvio que decidi participar nessa disciplina e no teatro da escola. Não é por isso de estranhar que, quando tinha 17 anos, já estava a frequentar uma escola de representação em Berlim.

I remember that when I was nine years old, in a subordinate clause in my diary, I wrote that I wanted to become an actress. It was just one sentence, in between long descriptions of adventures with my friends, but it stands there very clearly. The thought itself was awakened by an animated film, "The Lion King", which was my first visit to the movie theather. This atmosphere - sitting with so many people in a dark room illuminated only by the film, the sudden common laughter and silence in this room, listening to a story together and being carried away by it - was a magical moment for me and has remained magical to this day. I didn't become Simba, but that can still happen :)
After this diary entry, however, I didn't bother about my career for a long time. When I then discovered the subject "dramatic arts" at high school, I immediately took to it and started to perform in the school theatre. Then, when I was 17, I already found myself attending an acting school in Berlin.

Ich kann mich erinnern, dass ich mit neun Jahren mit einem Nebensatz in meinem Tagebuch vermerkt hatte, dass ich Schauspielerin werden mag. Das war nur ein Satz -zwischen langen Beschreibungen von Abenteuern mit Freunden aus meiner Schule und aus meinem Dorf. 
Aber er steht da. Und geweckt wurde dieser Gedanke durch einen Animationsfilm. "König der Löwen". Mein erster Besuch im Kino. Diese Athmosphäre..mit so vielen Leuten in einem dunklen, nur vom Film beleuchteten Raum zu sitzen, das plötzliche gemeinsame Lachen und Schweigen in diesem Raum- sich gemeinsam eine Geschichte anzuhören und sich davon mitnehmen zu lassen- Das war ein magischer Moment für mich und ist es bis heute geblieben. Simba bin ich zwar nicht geworden, aber das kann ja noch werden :-)
Nach diesem Tagebucheintrag, hab ich mich aber lange nicht weiter um meinen Berufswunsch gekümmert. Als mir dann auf der vortführenden Schule das Fach "Darstellendes Spiel" über den Weg gelaufen ist, habe ich sofort zugegriffen und Schultheater gespielt. Mit 17 habe ich mich dann bereits an einer Schauspielschule in Berlin wiedergefunden.

PC – Como é que se envolveu no seu primeiro projeto em 2006?/ How did you get involved in your first project back in 2006?

FB – Uma boa pergunta sob a qual tenho que pensar um pouco. Foi num Documentário de TV sobre Henrique VIII. Na altura estava na escola de representação, mas como é que essa oportunidade chegou até mim não me lembro. Provavelmente foi garças a contactos com amigos. O que é certo é que tive uma audição para interpretar o papel da Rainha Ana Bolena. A cena que tive que fazer para o casting foi o caminho que a Rainha fez até à forca, ou seja, uma cena muito poderosa. Mas no final acabei por não ser escolhida para a interpretar, mas interpretei ainda assim uma das muitas outras mulheres do Rei. Esta foi uma primeira experiência muito interessante, embora o papel fosse muito pequeno.

Good question, I have to think about it. It was a TV documentary about Henry VIII. I was at acting school, but how exactly this chance came up to me, I don't recall anymore, probably through contacts. I got an audition for Queen Anne Boleyn. The casting scene was her way to the scaffold. In the end I played another one of his countless women. This was an interesting first shooting experience, even though the role was very small.

Gute Frage, muss ich überlegen...ja, das war eine Spiel-Dokumentation über Heinrich den VIII. Ich war an der Schauspielschule und wie genau diese Chance auf mich  zukam, weiß ich gar nicht mehr genau, sicher über Kontakte. Ich hatte ein Vorsprechen für Königin Anne Boleyn. Und zwar war die Castingszene ihr Gang zum Schafott. Am Ende habe ich dann eine andere seiner unzähligen Frauen gespielt. Das war eine Interessante erste Dreherfahrung, auch wenn die Rolle noch sehr klein war.

PC – O seu primeiro grande contacto com Hollwyood foi com um pequeno papel no aclamado drama “The Reader”. Como descreve esta experiência? / Your first direct contact with Hollywood was with a small role in the acclaimed drama “The Reader”. What can you tell us about that experience?

FB - Naquela época ainda tinha pouca experiência à frente da máquina de filmar. Mas a minha tarefa era simples por si só. Só deveria comer sopa com a minha família, conversar e ouvir. Mas não sabia onde pôr a minha energia e diversão naquela cena. A dada altura, a Susanne Lothar e eu começamos a brincar e apenas dissemos algo como: "Bem, isto é o que se ganha quando se contrata pessoas do teatro". Eu penso e espero poder melhorar minha energia agora (risos).

At that time I still had very little experience with the camera. My task was simple in itself. I was supposed to eat soup with my family and talk and listen. But I didn't really know where to put my energy and playfulness. At some point Susanne Lothar and I started fooling around and just said something like: "Well, this is what you get with theatre people.” I think and hope I can bundle my energy better now (laughs).

Zu dem Zeitpunkt hatte ich noch recht wenig Erfahrung mit der Kamera. Meine Aufgabe war an sich einfach. Mit meiner Familie Suppe essen und etwas reden und zuhören. Nur wusste ich nicht recht wohin mit meiner Energie und Spiellust. Irgendwann haben Susanne Lothar und ich zusammen Quatsch gemacht und gesagt: "Ja, wir kommen halt vom Theater." Ich denke und hoffe ich kann meine Energie nun besser bündeln :-)

PC – O seu primeiro grande papel numa longa metragem foi na surpresa indie “Westwind”, um filme que gozou de uma certa popularidade na Alemanha em 2011. Como foi esta sua primeira experiência de protagonismo no cinema?/ Your first main role in a feature film was with the indie surprise “Westwind”, a film that enjoyed some popularity in Germany in 2011. How was that first leading lady experience, and what did it taught you?

FB - Foi o meu primeiro grande filme e tive uma equipa maravilhosa a apoiar-me. O Robert Thalheim como realizador, a Luise Heyer como a minha irmã gémea e todos os outros sempre ficarão no meu coração. A Luise e eu somos boas amigas desde essa produção. Foi uma experiência de vida e foi essencial para ganhar experiência e começar a interagir de forma inteligente no mundo do cinema e com a camera de filmar. Estou muito grata por este filme e por este papel que definitivamente moldaram-me como atriz.

It was my first big movie and I had a wonderful team there. Robert Thalheim as director, Luise Heyer as my twin sister and all the others will always stay in my heart. Luise and I have been good friends since this production. It was a lifetime experience and acting wise my immersion into the film world and understanding the work in front of the camera. I am very grateful for it and it definitely did shape me.

Es war mein erster großer Film. Und ich hatte ein wunderbares Team da. Robert Thalheim als Regisseur, Luise Heyer als meine Zwillingsschwester und all die anderen werden mir immer im Herzen bleiben. Luise und ich sind seit der Produktion gut befreundet. 
Es war eine Erfahrung fürs Leben und schauspielerisch mein eintauchen in die Filmwelt und begreifen der spielerischen Arbeit vor der Kamera. Ich bin sehr dankbar darüber und es hat mich geprägt. 

PC – Por falar  em grandes sucessos, em 2012 interpretou uma jovem Hannah Arendt na sua aclamada cinebiografia. Como é que se preparou para esse papel? E ficou surpreendida com o sucesso que o filme teve no estrangeiro? / Speaking of major successes, in 2012 you portrayed a young Hannah Arendt in her acclaimed biopic. How did you prepared for this role? And were you surprised by how good the film did internationally?

FB – Antes de mais familiarize-me com a vida e trabalho de Hannah Arendt. Li alguns dos seus trabalhos, segui a sua biografia e trabalhei em estreita colaboração com o realizador para aprimorar a performance. O filme ficou ótimo, por isso não fiquei surpresa com o seu sucesso. 

First of all, I made myself familiar with Hannah Arendt. I read some of her work, I followed her biography and worked closely with the director. The film turned out great, so it didn’t really surprise me that it was so successful.

Als allererstes habe ich mich natürlich mit Hannah Arendt vertraut gemacht. Etwas von ihr gelesen. Ihre Biografie verfolgt und mit der Regisseurin gearbeitet. Das der Film so erfolgreich war hat mich nicht gewundert, denn er ist großartig geworden.


PC – Após esse projeto participou em várias produções televisivas alemãs. Tendo feito cinema e televisão, pode-nos dizer quais são para si as grandes diferenças de trabalhar nas duas indústrias? / After that you participated in several German productions for television. Having done both Cinema an TV, can you tell us what are for you the major differences between the two industries? 

FB - O formato não muda nada para mim. Se faço um filme ou uma serie para televisão ou se participo num puro trabalho de cinema não é relevante para mim. O que influencia o meu desempenho é com quem trabalho e que tipo/ género de filme é. O lado técnico nada influencia o meu trabalho.

The format doesn't change anything for me. Whether I make a film for television or cinema is acting wise not relevant. Who I work with and what kind of film we make changes and influences my performance, but not the technical side.

Das Format ändert für mich nichts. Ob ich jetzt einen Film fürs Fernsehen oder das Kino drehe, ist spielerisch nicht von relevanz. Mit wem man arbeitet und welche Art Film man dreht verändert und beeinflusst mein Spiel. Aber nicht die technische Seite.

PC – Em 2014 participou em mais um grande projeto alemão e outra vez com um tema relativo à 2ª Guerra Mundial: “Labirinto de Mentiras”. O que nos pode dizer sobre essa experiência dramática?/ In 2014 you participated in another highly acclaimed German film and again within the 2nd World War Theme: “Im Labyrinth des Schweigens”. What can you tell us about this particular experience and how did you get involved in this project

FB - Entrei no projeto através de uma audição. Quando li o argumento fiquei viciada e convencida com o papel. E quando conheci a forma de trabalhar de Giulio Ricciarellis fiquei ainda mais convencida. Ele tentou e trabalhou muito. Quando após um take ele não conseguia pensar em nada para melhorar a cena ele apenas me dizia: "E agora fazes outro take e esqueces tudo o que te disse". Quando dizia isso sabia que estava muito feliz com o meu desempenho e que confiava em mim!

I joined the project through an audition. When I read the script, I was already hooked. And when I got to know Giulio Ricciarellis way of working, I was even more so. He tried and worked a lot. When after a take he couldn’t think of anything and he just said: "And now you do another take and forget everything I told you", I knew he was very happy!

Zu dem Projekt bin ich über ein Vorsprechen gekommen. Als ich das Drehbuch gelesen hatte, war ich bereits Feuer und Flamme. Und als ich dann Giulio Ricciarellis Arbeitsweise kennenlernen durfte, war ich es umso mehr. Er hat viel ausprobiert und gearbeitet. wenn ihm nach einem Take mal nichts mehr eingefallen ist und er nur noch sagte:" Und jetzt machst du nochmal eine und vergisst alles was ich dir gesagt habe" wusste ich: er ist sehr zufrieden! 

PC –  Passando agora para trabalhos mais recentes. É atualmente uma da principais protagonistas da série televisiva alemã “Parfum”, uma série que está a ter um grande sucesso, tendo alias sido adquirida pela Netflix EUA. O que é que nos pode dizer sobre a série e como esta é diferente de qualquer thriller de criminal que anda por aí? / Moving on to more recent works. You were casted as one of the main protagonists of the German tv series “Parfum”, a series that is enjoying great success. Proving that is the fact that it was recently acquired by Netflix USA. What can you tell us about the show and how is it different from any crime thrillers that are out there right now? What can we expect?

FB - Uma série muito sombria é, essencialmente o que pode esperar de“Parfum“. É um projeto cheio de profundidades sobre a existência humana, cheio de saudade e cheio de dependências. Este é o foco principal, ou seja, a série concentra-se mais nas almas irritadas, e não tanto no caso criminal.

A very somber series is what you can expect - full of depths of the human existence, full of longing and full of dependencies. This is the main focus, which concentrates on the fretted souls, not the murder case itself. 

Es erwartet euch eine düstere Serie. Voll mit untiefen des menschlichen Seins, voll Sehnsucht und voller Abhängigkeiten.  Das ist das Hauptaugenmerk. Dieser fokussiert sich auf die angefressenen Seelen, nicht auf den Mordfall.

PC – Pode-nos falar um pouco ou traçar um perfil da sua personagem?/ Can you talk about your character and give us a profile of her?

A Nadja é uma detetive que está a treinar para se tornar  numa analista criminal avançada, ou seja,  uma "profiler". Os profilers devem procurar novas perspectivas, novos motivos, novas formas de investigação e, assim, juntamente com o Departamento de Investigação Criminal, esclarecer o caso. É este o seu trabalho. Ela tem problemas pessoais com os quais deve lidar, mas estes abismos fazem dela o que ela é e motivam-na a fazer o seu trabalho. Também permitem que tenha uma sensação intuitiva sobre os problemas e medos que afetam os criminosos que tem de apanhar. Ela parece autoconfiante e autodeterminada por fora, ou seja, parece ter tudo sob controlo, mas a realidade é que a sua vida privada e romântica é um caos e não correspondem à imagem estável que ela quer passar. Embora tente ser uma mulher segura, por vezes emociona-se e mostra a sua verdadeira personalidade insegura. Esta contradição é muito atraente! É interessante observar a sua evolução na série, já que, no decorrer do enredo, os seus motivos particulares vão-se cruzando cada vez mais com o seu percurso profissional e amos acabam por se confundir um com o outro..

Nadja is a detective with a multistage advanced training to become a case analyst, a "profiler". Profilers should look for new perspectives, new motives, new ways of investigation and thus, together with the Criminal Investigation Department, clear up the case - that's what she's being asked to do. She has abysses and those make her what she is and drive her forward. They also enable her to have an intuitive feeling for the abysses of the perpetrators. She looks self-confident and self-determined on the outside, in her love and private life however, things look different. Suddenly she gets emotional and stops being so sophisticated. This contradiction is very appealing. Another interesting point is that in the course of the plot her private motifs cross more and more with her professional motifs and, eventually, they blur into each other.

Nadja ist eine Kriminialbeamtin mit einer mehrstufigen Weiterbildung zur Fallanalytikerin, zum "Profiler". Profiler sollen neue Perspektiven, neue Motive, neue Ermittlungswege suchen und somit, gemeinsam mit der Kripo, den Fall aufklären- dazu wird sie geholt.Sie hat Abgründe, die sie zu dem machen, was sie ist und sie vorantreiben und die sie auch zu einem intuitiven Gespür für die Abgründe der Täter befähigt.Sie wirkt selbstsicher und selbstbestimmt nach außen. Im Liebesleben und Privatleben  sieht es bei ihr allerdings anders aus. Da ist sie plötzlich komplett undurchdacht und emotional. Dieser Widerspruch ist sehr reizvoll und auch das ihre privaten Motive sich im Verlaufe der Handlung immer mehr mit dem Beruflichen kreuzen und irgendwann ineinander verschwimmen. 

PC – Gostaria de ter a sua opinião pessoal sobre “Die Vierhändige”, um filme de terror que foi recentemente seleccionado para o MOTELx International Competition. Como descreve e / ou categoriza o filme, o seu papel nele e a experiência geral neste projeto?/ I would love to have your personal take on “Die Vierhändige”, a horror film that recently was selected for MOTELx International Competition. How do you describe and/or categorize the film, your role in it and the overall experience in it?

FB - É um filme de género, neste caso um thriller psicológico com muita ação e reviravoltas inesperadas. Mas para mim também é um bom psicodrama. É muito emocionante e, quando vi o filme pela primeira vez, esqueci-me que já sabia de antemão como terminava e fiquei completamente presa ao enredo. É um filme idiossincrático e corajoso.

It's a genre film, a psycho thriller with lots of action and unexpected twists. But for me it's also a fine psychodrama. It is very exciting and when I saw the film for the first time, I forgot that I already knew how it ends and I went along completely. It is an idiosyncratic, courageous film.

Es ist ein Genrefilm, ein Psychothriller mit viel Action und unerwarteten Wendungen. Aber für mich ist es auch ein feines Psychogramm. Er ist sehr spannend gemacht und als ich den Film gesehen hatte, hab ich kurzerhand vergessen, dass ich bereits weiß wie es ausgeht und bin komplett neu mitgegangen. Ein eigenwilliger, mutiger Film.

PC – Não quero encerrar esta entrevista sem antes fazer uma pergunta mais abstrata, mas que considero importante tendo em conta a sua experiência profissional e pessoal na indústria cinematográfica alemã. Como é que descreve o estado atual do cinema alemão? E na sua opinião em que tipo de histórias devem os Criadores Alemães focar-se num futuro próximo?/ I don’t want to end this interview without making a more abstract question, but one that I feel is important considering your professional and personal experience within the German Film Industry. How do you describe it’s current state? And in your opinion what king of genres and stories should German Storytellers focus on in the near future? 

FB - Acho que temos pessoas muito capazes nos diferentes departamentos - grandes artistas que criam imagens incríveis, atores incríveis e realizadores muito capazes. Já existem formatos de televisão/ séries muito bons e interessantes, assim como telefilmes e até mesmo longas metragens. Às vezes tenho a impressão de que estamos com um pouco de medo de que um filme especial, talvez incomum, não encontre uma plateia e, muitas vezes, escolha um percurso intermediário, algo mais adaptado e menos lucrativo. Acho que é uma pena ter este pensamento. Temos que confiar mais no nosso público, em enredos difíceis e em resoluções estranhas! Não podemos ser complacentes! Mas muitos já sabem disso e atrevem-se a ir mais além, sentimento esse que eu só posso aprovar.

I think that we have very capable people in the different departments - great artists who create incredible pictures, amazing actors and very capable directors. There are already very good and interesting serial formats as well as television and cinema films. Sometimes I get the feeling that we're a little too afraid that a special, perhaps unusual film won't find an audience and then often decide on a middle course, something more adapted. I think that's a pity. We can trust our audience more, difficult plots, strange resolutions, we shouldn't be too complacent! But many already know that and dare to go all in, which I can only approve of.

Ich finde wir haben sehr fähige Leute in den Departements. Große Künstler die unglaubliche Bilder schaffen. Gute Schauspieler gibt es auch und sehr fähige Regisseure. Es gibt bereits sehr gute interessante Serienformate, Fernsehfilme und Kinofilme. 
Manchmal habe ich das Gefühl, wir haben etwas zuviel Angst, dass ein besonderer, vielleicht auch ungewöhnlicher Film, kein Publikum findet und entscheiden uns dann oft für einen Mittelweg, etwas angepassteres. Ich glaube, dass ist schade. Wir können unserem Publikum mehr zutrauen, schwierige Plots, seltsame Auflösungen, wir sollten nicht zu gefällig sein! Aber viele wissen dass schon und trauen sich auch in die vollen zu gehen, was ich nur gut heißen kann.

PC – Por fim pode-nos dizer algo sobre os seus projetos futuros? Qual é o próximo passo para a sua carreira e quais são os seus principais objetivos para o futuro próximo? / Lastly can you tell us something about your future projects? What’s next for your career and what are your main goals for the near future? 

No futuro próximo quero apenas continuar no caminho que estou agora. Quero continuar a confiar na minha intuição, e poder trabalhar em projetos interessantes e assumir os mais diferentes papéis. Eu amo a diversidade!

For the future I just want to continue where I am now - to trust my intuition, to be allowed to work on interesting projects and to slip into the most different roles. I love diversity!

Für die Zukunft wünsche ich mir einfach da weiterzugehen, wo ich bin. Meiner Intuition zu vertrauen, in interessanten Projekten arbeiten zu dürfen und in unterschiedlichste Rollen zu schlüpfen. Ich liebe die Vielfalt!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Post Top Ad

Your Ad Spot

Páginas