O Melhor do Terror Nórdico em 2022 - Uma Seleção de 5 Obras a Não Perder


Noruega, Islândia, Finlândia, Suécia e Dinamarca têm em diferentes graus uma longa tradição no cinema, mas nas últimas décadas estas cinco nações têm surpreendido com grandes produções num género pelo qual nunca foram muito conhecidas. Falamos claro dos filmes de terror. Pois bem, o Século XXI trouxe uma aposta forte do terror nestes países e, como tal, fomos já presenteados com dezenas de obras de qualidade que se tornaram em verdadeiros sucessos e obras de culto. Em 2022 tivemos também o lançamento de vários filmes de terror de destaque e, hoje, o Portal Cinema recorda cinco dessas grandes obras, sendo a maioria produzida pela Noruega que, este ano, parece ter substituído a Suécia como principal motor do cinema de terror nórdico. 


 The Innocents (Noruega)

The Innocents"/ "Os Inocentes" é um thriller de terror que chegou ao VOD nos Estados Unidos em Maio, mesmo mês em que, na Europa, foi exibido na secção Un Certain Regard do Festival de Cannes. Realizado por Eskil Vogt, cineasta norueguês que é mais conhecido pelo seu trabalho de guionista em obras como o aclamado "The Worst Person in the World" ou no filme de terror "Thelma", "The Innocents" apresenta uma trama muito curiosa. Nesta seguimos quatro crianças que se tornam amigas durante as férias de verão. Fora da vista dos adultos descobrem que têm poderes secretos. Enquanto exploram as suas habilidades recém-descobertas em florestas e parques das proximidades, a brincadeira inocente sofre uma reviravolta sombria e coisas estranhas começam a suceder. Em Portugal, "Os Inocentes" pode ser visto na Filmin.

Ovo (Finlândia)

Sucesso indie do cinema finlandês, "Ovo" é mais uma demonstração da vitalidade do cinema de terror nórdico. Realizado por Hanna Bergholm, "Ovo" conta a história de Tinja, uma ginasta de 12 anos que tenta desesperadamente agradar à mãe, uma mulher obcecada com apresentar ao mundo a imagem de uma vida familiar perfeita, através das suas populares redes sociais. Uma noite, Tinja encontra um estranho ovo na floresta e decide ficar com ela. Quando o ovo eclode, Tinja trata da criatura como fosse sua filha, mas a menina rapidamente descobre que a criatura tem perigosos instintos maléficos. Em Portugal, "Ovo" pode ser visto na Filmin.



Speak no Evil (Dinamarca)

De férias na Toscana em Itália, uma família dinamarquesa trava amizade com uma família neerlandesa. Vários meses depois dessas férias, o casal dinamarquês recebe um convite inesperado. Não demora muito para que a alegria do reencontro se torne numa série de mal-entendidos. Christian Tafdrup, conhecido ator dinamarquês que conta já também com dois bons filmes de terror como realizador apresentou, este ano,  o seu mais recente trabalho intitulado "Speak no Evil" que está claramente num patamar diferente das suas obras anteriores. Já muito elogiado um pouco por todo a Europa, "Speak no Evil" chegou aos Estados Unidos em Setembro e conquistou logo uma aprovação de 85% no Rotten Tomatoes. 


Blasted (Noruega)

Quando uma invasão espacial interrompe uma despedida de solteiro, dois amigos de infância voltam a formar a dupla arrasadora dos seus dias do laser tag para ripostar. Esta é a premissa de "Blasted", uma bizarra mas divertida comédia de terror sci-fi norueguesa que está disponível para visualização na Netflix. É uma agradável surpresa e uma das pérolas escondidas do catálogo da plataforma de streaming. Vale a pena!


A Viagem (Noruega)

Está disponível na Netflix o thriller humorístico norueguês "The Trip"/ "A Viagem" e, para surpresa de alguns, foi um dos lançamentos mais positivos da plataforma no início do ano e, claro, tornou-se um sucesso inesperado junto dos seus subscritores. Trata-se de uma comédia politicamente incorreta protagonizada por Noomi Rapace que, assim, regressou à Escandinávia para protagonizar mais uma obra de sucesso no seu currículo. A sua história centra-se num casal que, ansioso por terminar o seu casamento por assassínio mútuo, viaja até uma cabana remota. Mas rapidamente se apercebem de que aí terão de enfrentar uma ameaça maior.

Enviar um comentário

0 Comentários