Ticker

6/recent/ticker-posts

Crítica - Ammonite (2020)

Pese Embora Polémica Inicial, Ammonite Assume Candidatura aos Óscares. Veja o Trailer Deste Drama Com Kate Winslet e Saoirse Ronan

Realizado por Francis Lee

Com Kate Winslet, Saoirse Ronan 


Olhar para a presente época de prémios e não ver qualquer representação de "Ammonite" é algo estranho. Embora abaixo da elevada média de qualidade imposta por grandes obras do ano como "Nomadland", "Minari" ou "Promising Young Woman" seria de esperar que, pelo menos, conseguíssemos encontrar Kate Winslet ou Saoirse Ronan na luta pelas estatuetas de Melhor Atriz e Atriz Secundária, respetivamente. Mas certo é que ambas foram praticamente ignoradas pelas grandes organizações (Academia incluída), algo que me deixa um pouco perplexo, já que ambas apresentam grandes performances que, globalmente, são muito superiores até a alguns trabalhos que, no passado, lhes valeram vários prémios...

Poderá ser dito que "Ammonite" está abaixo de alguns dos grandes filmes de 2020/2021 e que, por isso, tenha sido esquecido pelas grandes organizações. Pode também ser dito que a polémica que o envolveu o pode ter prejudicado, já que cinebiografias com factos dúbios e contestados pelas famílias tendem a fracassar e a não ser encaradas como potenciais candidatos....Mas certamente nada disto impacta a óbvia qualidade das performances de Winslet e Ronan, sobretudo a da primeira na pele de paleontóloga/ arqueóloga Mary Anning (Kate Winslet). 

Este filme é, como se sabe, uma cinebiografia muito pouco  oficial desta famosa cientista, cujos feitos são ainda hoje lembrados e recordadas pela sua significativa importância para os avanços da ciência marítima, mas também pelo que Anning representou para o avanço dos direitos das mulheres. É uma cinebiografia controversa porque não explora ao pormenor a vida ou a carreira da cientista, preferindo focar-se quase em exclusivo na sua relação (nunca confirmada ou oficializada) com uma outra mulher. Este é portanto o cerne da polémica que tem rodeado este projeto e que levou os descendentes de Anning a apelarem ao seu boicote.... 

A verdade é que, sendo verdade ou não, é este polémico romance que está no epicentro da trama e dá azo a algumas das sequências mais picantes, dramáticas e extravagantes do filme. Sempre com Winslet e Ronan a brilharem e a elevarem estas sequências, "Ammonite" prende-nos sem dúvida a uma historia de romance proibido que começa de uma forma bizarra e acaba de uma forma quase insultuosa....Este romance central faz-nos recordar um pouco o do grande sucesso "Portrait of the Young Lady on Fire"...A diferença é que este consagrado drama promoveu melhor o pré e o pós romance, permitindo assim a criação de um enredo repleto de emoções e fantasias que enrolam o espectador num espetaculo ardente e romântico de desejo...Já "Ammonite" tentou o mesmo, mas caiu na tentação de depender em demasia desta relação. E se há critica que se lhe pode fazer é que se esquece de explorar as personagens e montar um quadro geral que permite o enlace do público com o romance. Também não podemos ignorar que, na sua génese, "Ammonite" é uma cinebiografia, mas na realidade não consegue explicar ao público quem foi Mary Anning e o que é que ela representou para o mundo...


Classificação - 3,5 Estrelas em 5

Publicar um comentário

0 Comentários