Crítica - Pelé: Birth of a Legend (2016)

Realizado por Jeff Zimbalist e Michael Zimbalist
Com Colm Meaney, Diego Boneta, Kevin de Paula

O futebol continua a ser afetado pela maldição dos filmes medíocres. São raros os filmes desportivos com base no Desporto Rei que são um sucesso ou, no mínimo, interessantes, bem feitos ou relevantes. Para ilustrar este péssimo registo conseguimos encontrar vários exemplos, mas o expoente máximo da mediocridade até passou em 2014 por Portugal. O nosso país foi, aliás, um dos poucos países a receber nas suas salas de cinema o desastre intitulado "Paixões Unidas", a fraquinha cinebiografia da FIFA que a própria associação líder do futebol mundial tentou promover, sem sucesso, antes do Mundial de 2014 no Brasil. Um pouco melhor que esse desastre é este "Pelé: Birth of a Legend", a cinebiografia do futebolista brasileiro Pelé, um dos jogadores mais famosos do Desporto Rei e um dos melhores do Século XX. 
O seu valoroso percurso de vida até é interessante no papel, mas na prática foi mal aproveitado por esta mediana obra melodramática que sofre de complexos semelhantes ao de "Paixões Unidas". O percurso de Pelé é interessante pelo menos do ponto de vista desportivo e sociológico devido, em parte, às suas raízes humildes e à sua força de vontade. Não se coloca em causa o mérito da vida de Pelé, mas sim o demérito do filme em transformá-la numa história capaz de prender, informar e surpreender o espectador. Todos os eventos retratados nesta obra têm um ar artificial, onde a emoção não existe e o drama é claramente fabricado. É portanto um retrato diminuto e semi falseado que nunca puxa pelo espectador e que não honra a pessoa e a personalidade em questão. O que nos é apresentado em "Pelé: Birth of a Legend" é portanto uma biografia falseada e artificial que não se impõem junto do público porque, simplesmente, não cumpre nos seus deveres de informar e cativar o espectador. E tudo porque nunca é reforçado nenhum sentimento de credibilidade a qualquer nível. É portanto uma obra artificial e barata que orquestra emoções e não factos, deixando assim ficar mal a pessoa que deveria honrar e o desporto que este representa. É pena, mas é por esta enorme razão que "Pelé: Birth of a Legend" é um fracasso.

Classificação - 1,5 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial