Críticas - The Falling (2015)

Realizado por Carol Morley
Com Greta Scacchi, Maisie Williams, Mathew Baynton

Tal como na série "Game of Thrones" ou no telefilme "Cyberbully" (2015), Maisie Williams tem uma prestação positiva que dá nas vistas em "The Falling", mas a sua performance curiosa não é suficiente para conferir vida, entretenimento e tensão a este thriller britânico. Williams interpreta Lydia, uma jovem problemática que estuda numa escola feminina. Quando Abbie (Florence Pugh), a sua igualmente problemática melhor amiga, adoece de forma misteriosa e acaba por falecer, Lydia fica destroçada e começa a reparar que o mal que afetou Abbie parece assombrar e atacar as suas colegas de escola.


Não há dúvidas que a premissa de "The Falling" parece intrigante e repleta de suspense, mas o seu resultado final revela-se bastante inócuo. No fundo, "The Falling" aproxima-se mais de um drama juvenil do que propriamente de um filme com suspense. Não é que tal aproximação seja negativa, mas quase até ao seu final, "The Falling" tenta ser o que nunca será, ou seja, um filme carregado de tensão e dúvida. 
Na sua base está portanto um drama familiar juvenil, onde é explorado, com uns twists interessantes pelo meio, a estranha vida familiar de Lydia e a reação desta à morte de Abbie. Tal trama passa por situações estranhas que envolvem, por exemplo, relações de incesto, tentativas de suicídio, reconciliações familiares e um estranho evento médico no seio da vida estudantil, mas no meio disto tudo não há uma história colectiva interessante que nos puxe ou que, pelo menos, junte todos estes elementos num resultado final de relativo sucesso. O filme em si é muito monótono e torna-se aborrecido com o seu desenrolar, mas não teria que ser o caso se em vez de uma trama parada e espaçada existisse uma trama com um ritmo adequado e elementos equilibrados. Há no entanto uma certa beleza na performance de Maisie Williams e nas intenções primárias do seu enredo, mas no final de contas, "The Falling" não é mesmo um filme que cative o público ou que mexa com as suas emoções.

Classificação - 2 Estrelas em 5

1 comentários:

  1. Concordo completamente, especialmente com a parte de ser mais um drama juvenil do que propriamente um filme de suspense. É subjectivo, mas não percebo mesmo como é que este filme teve tantas críticas positivas. Eu achei-o francamente mau. Talvez haja algum simbolismo ou significado profundo que me tenha escapado, mas mesmo isso não iria justificar porque é que parece tão mau na superfície.

    ResponderEliminar

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial