Ticker

6/recent/ticker-posts

A Nossa Análise Aos Vencedores dos Globos de Ouro 2021

A Nossa Análise Aos Vencedores dos Globos de Ouro 2021


Os vencedores dos Globos de Ouro 2021 já são conhecidos. Entre as nossas previsões e a lista de vencedores registam-se algumas surpreendentes diferenças, sobretudo no que toca ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. O dinamarquês "Another Round" era o grande favorito à conquista deste troféu, mas este acabou por ser entregue a "Minari". É justíssimo é certo, porque este drama de Lee Isaac Chung é tão bom como a obra de Thomas Vintenberg, mas poucos esperariam este volte face. Cert é que "Another Round" é, ainda assim o favorito à conquista do Óscar, até porque "Minari" nunca foi elegível para essa categoria dos prémios da Academia....

Esta foi a grande surpresa numa noite de confirmações. Como se previa, "Nomadland" confirmou as expectativas e conquistou os dois principais Globos de Ouro da noite: Melhor Filme - Drama e Melhor Realizadora (Chloé Zhao). Mas tal como chegamos a teorizar não conseguiu passar das duas vitórias. É certo que prevíamos que Frances McDormand pudesse chegar à vitória na categoria de Melhor Atriz - Drama, mas este prémio acabou por ser entregue a Andra Day por “The United States vs. Billie Holiday”. Não se pode dizer que tenha sido uma grande surpresa, já que Day também era uma favorita e uma escolha interessante mas, ainda assim, fica no ar a ideia que talvez McDormand tenha sido prejudicada por alguma parcialidade da HFPA. O que é certo é que "Nomadland" sai dos Globos de Ouro ainda mais reforçado como um dos melhores filmes de 2020. À data de hoje é já o filme com mais prémios conquistados nesta época de prémios e, por isso, parte também como grande favorito para os prémios dos sindicatos, onde se prevê que irá conquistar vitórias importantes. E é indiscutível que, quer este belo drama, quer a sua realizadora, merecem tudo o que conquistaram até hoje e merecem partir como favoritos para os Óscares nas categorias de Melhor Filme e melhor Realizador. Já McDormand terá pela frente uma luta titânica com Day pelo Óscar de Melhor Atriz, mas tem como benesse o facto de protagonizar um filme muito superior a “The United States vs. Billie Holiday”.

No segmento drama destaque para a vitória na categoria de Melhor Ator do falecido Chadwick Boseman pela sua performance em “Ma Rainey’s Black Bottom”. A nossa previsão apontava para uma vitória de Anthony Hopkins, até pela dimensão da sua performance em "The Father", mas aqui o lado sentimentalista da HFPA acabou por vir ao de cima e esta vitória de Boseman surge como uma espécie de tributo que, bem vistas as coisas, até é justificado. Já que falamos de “Ma Rainey’s Black Bottom” temos que falar da  sua produtora. A Netflix partia para os Globos de Ouro com vinte nomeações nas categorias de cinema e acabou por conquistar algumas vitórias importantes. Esta foi uma delas, mas também destacamos a conquista mais que previsível do Globo de Melhor Argumento por parte de "The Trial of Chicago 7". No segmento de comédia, a Netflix conquistou também a categoria de Melhor Atriz por intermédio de Rosamund Pike no recém estreado "I Care a Lot". Ainda assim, "Mank", o filme mais nomeado, saiu dos Globos sem nenhuma vitória, mas isto também era expectável. A Netflix ganhou também de forma indirecta o Globo de Melhor Canção Original, já que a canção vencedora pertence ao drama italiano "La vita davanti", cujos direitos de exibição mundial pertencem à plataforma.Mas é claro que esta vitória não é contabilizada no total de vitórias da Netflix. 

Nas categorias de comédia, "Hamilton" foi o grande perdedor. Embora fosse o melhor filme com maior aclamação entre os nomeados, este musical da Disney saiu de mãos a abanar. Foi “Borat Subsequent Moviefilm” a dominar este segmento e a conquistar os prémios de Melhor Filme e de Melhor Ator (Sacha Baron Coen). Tínhamos previsto esta possibilidade na categoria de Melhor Ator, mas na categoria de Melhor Filme surge como uma surpresa algo injusta...O que não surpreendeu foi ver "Soul" a conquistar o Globo de Melhor Animação e a fazer a dobradinha com o Globo de Ouro de Melhor Banda Sonora. Também nada a dizer sobre a justa vitória de Daniel Kaluuya na categoria de Melhor Ator Secundário pela sua performance em “Judas and the Black Messiah”. Já na categoria de Melhor Atriz Secundária confirmou-se a previsão que era uma das mais imprevisíveis dos Globos e acabou por pender para Jodie Foster!

Na televisão, "The Mandaloriam" não conseguiu a surpresa e sucumbiu perante o poder da Netflix que, aqui sim, dominou em toda a linha. "The Crown" liderou as vitórias da Netflix nas categorias de Melhor Série - Drama, Melhor Atriz - Drama, Melhor Ator - Drama e Melhor Atriz Secundária. Mas "The Crown" não foi a única série da Netflix a brilhar, já que "The Queen’s Gambit" " também arrecadou dois prémios: Melhor Minissérie e Melhor Atriz. Foi um domínio claro por parte da Netflix na Televisão, mas outras plataformas de streaming também triunfaram com séries como "Ted Lasso" e "I Know This Much Is True" a merecerem destaques dourados. Fora do streaming a grande vencedora foi a sitcom "Schitt's Creek" que foi considerada a Melhor Série - Comédia de 2020. 


CINEMA


Melhor Filme: Drama
Nomadland

Melhor Filme: Musical ou Comédia
Borat Subsequent Moviefilm

Melhor Realizador
Chloé Zhao, por "Nomadland"

Melhor Ator: Drama
Chadwick Boseman, em “Ma Rainey’s Black Bottom”

Melhor Atriz: Drama
Andra Day, em “The United States vs. Billie Holiday”

Melhor Ator: Musical ou Comédia
Sacha Baron Coen, em "Borat Subsequent Moviefilm"

Melhor Atriz: Musical ou Comédia
Rosamund Pike , em "I Care a Lot"

Melhor Ator Secundário
Daniel Kaluuya, em "Judas and the Black Messiah"

Melhor Atriz Secundária
Jodie Foster, em "The Mauritanian"

Melhor Argumento
Aaron Sorkin, por "The Trial of the Chicago 7"

Melhor Banda Sonora
Jon Batiste,Atticus Ross e Trent Reznor, por "Soul"

Melhor Canção
“Io Sì (Seen),” “The Life Ahead”

Melhor Filme De Animação
"Soul"

Melhor Filme em Língua Estrangeira
"Minari"

TELEVISÃO


Melhor Série: Drama
"The Crown"

Melhor Série: Comédia ou Musical
"Schitt’s Creek"

Minisérie ou Telefilme
"The Queen’s Gambit"

Melhor Ator TV: Drama
Josh O’Connor, em “The Crown”

Melhor Atriz TV: Drama
Emma Corrin, em “The Crown”

Melhor Atriz TV: Comédia/Musical
Catherine O’Hara, em “Schitt’s Creek”

Melhor Ator TV: Comédia Musical
Jason Sudeikes, em "Ted Lasso"

Melhor ator secundário (TV)
John Boyega, em "Small Axe"

Melhor atriz secundária (TV)
Gillian Anderson, em "The Crown"

Melhor Ator: Minisérie ou telefilme
Mark Ruffalo, “I Know This Much Is True”

Melhor Atriz: Minisérie ou telefilme
Anya Taylor Joy, em "The Queen’s Gambit"

Enviar um comentário

0 Comentários