Crítica – The Immigrant (2013)

 Realizado por James Gray
Com Marion Cotillard, Joaquin Phoenix,
Não fora a beleza rara de Marion Cotillard  ao desempenhar Ewa Cybulska e The Immigrant nada teria de excepcional. Desenrolando-se durante o ano de 1921, o filme narra a história de uma jovem polaca que consegue ultrapassar inúmera provações até chegar à América com a irmã doente, onde pensa que os tios a esperam.
Um esquema montado por marginais na alfândega com a cumplicidade da polícia levam-na a entrar numa vertigem pela sobrevivência, com contornos bastante perversos, que testam ao limite a sua moralidade e valores católicos mais profundos
É certamente um filme sobre a moral e a nossa autoridade para julgar os outros ao atravessarem situações que não podemos imaginar. É também um filme de grande actualidade dada as migrações maciças pelo mundo por razões da mais diversa ordem, num caminho paralelo ao nosso mas que preferimos ignorar. É também um filme sobre como o amor pode ser um sentimento extremamente destrutivo.


A reconstituição de época, ainda que modesta, é perfeita. Os ambientes desde a alcova, passando pelo teatro, e os shows de ilusionismo para diversão dos refugiados correspondem ao nosso imaginário do que foi esta época. Cenários e figurinos conduzem-nos aos bas-fonds  de Nova Iorque nos anos vinte de um ponto de vista pouco usual.
Joaquin Phoenix da corpo,  com alguma rigidez, à personagem Bruno Weiss, um judeu também ele refugiado, bem integrado no submundo nova iorquino  mas que não consegue de forma alguma fugir ao estereótipo do marginal manhoso.  Por outro lado, o romance adensa-se e aproxima-se da tragédia com a entrada em cena do seu primo Emil (Jeremy Renner) com quem tem uma rivalidade de irmão bastante linear na sua construção.
Entre estereótipos, clichés e uma narrativa banal sobressai Cotillard e a sua beleza pouco vulgar num retrato de época que não só nos convence como consegue mesmo levantar alguma questões bastante pertinentes ainda hoje . O filme recebeu o Prémio do Júri e o Prémio de Melhor Actriz em Cannes no passado

Classificação - 3,5 Estrelas em 5

1 comentários:

  1. Olá Ana,

    Sou leitor do Portal Cinema e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema - o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que vocês também passassem a publicar seus textos no Cinema Total - assim vocês também atingem o público que acessa o Cinema Total e não conhece o Portal Cinema.

    Se vocês gostarem do site, também peço que coloquem um link para ele no Portal Cinema.

    Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

    Um abraço,

    Marcos
    www.cinematotal.com
    marcos@cinematotal.com

    ResponderEliminar

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial