Crítica - Deliver Us From Evil (2014)

Realizado por Scott Derrickson 
Com Eric Bana, Edgar Ramirez, Olivia Munn 

É verdade que "Deliver Is From Evil" será um dos poucos filmes de terror que irão estrear no segundo semestre de 2014 nas salas de cinema portuguesas, mas duvido que as outras longas metragens do género cuja estreia ainda está prevista para este ano sejam assim tão insossas como este novo projeto de Scott Derrickson, o realizador de "Sinister", um dos melhores filmes comerciais de terror de 2012, mas também dos amplamente menos conseguidos "The Exorcism of Emily Rose" (2005) e "Hellraiser - Inferno" (2000). Este seu novo esforço dentro deste género aproxima-se, infelizmente, do fraquinho nível de "The Exorcism of Emily Rose", quer em termos de qualidade, quer em termos de tema e história, já que na base de "Deliver Is From Evil" também estão as possessões demoníacas que têm estado tão em voga em Hollywood nos últimos tempos. O problema aqui é que, mais uma vez, esta temática é explorada sem muita imaginação e, com isso, claro está que o resultado final não poderia ser muito diferente do que temos visto nos últimos tempos no grande ecrã, criando assim junto do público um irritante sentimento de dejá-vu que só é enriquecido pela constante falta de suspense, temor e originalidade que pauta o desenvolvimento deste projeto.


Baseado no livro "Beware the Night", de Ralph Sarchie e Lisa Collier Cool, "Deliver Us From Evil" tem como protagonista o destemido Sarchie, um polícia de Nova Iorque que, enquanto luta com os seus próprios problemas pessoais, começa a investigar uma série de crimes perturbantes e inexplicáveis que terá que desvendar com a ajuda de um padre pouco convencional, que tem uma certa experiência nos rituais do exorcismo que são a arma ideal para combater as terríveis e demoníacas possessões que estão por detrás da onda criminal que anda a aterrorizar uma das maiores cidades do mundo. Tal como se pode deduzir por esta premissa, "Deliver Us From Evil" tenta juntar o espírito negro do género de terror paranormal com a premissa investigativa dos thrillers policiais com uma certa dinâmica entre parceiros de combate ao crime. Esta equação até poderia ter potencial para render um filme diferente e funcional que, quem sabe, poderia até misturar o melhor dos dois mundos, mas o rumo que esta obra segue acaba por condenar esta ideia ao fracasso e, como consequência, acaba também por não incutir-lhe a injecção de originalidade que se esperava. É porque no final, "Deliver Us from Evil" acaba por cair exatamente nos mesmos estereótipos e problemas dos filmes paranormais ditos regulares, já que também se perde sem volta a dar nos contextos previsíveis das histórias paranormais com possessões demoníacas sem conseguir dar à sua trama um toque mínimo de imprevisibilidade ou suspense, sim porque apesar de apostar em sequências de terror paranormal, estas nunca são precedidas por um ambiente muito intenso nem acabam por assustar o espectador, até porque parecem repetições de algo que já vimos, por exemplo, no já mencionado "The Exorcism of Emily Rose". O que também não ajuda a dar força a esta produção é o seu elenco, que está muito longe de conseguir suprir as valências do guião com apenas o seu carisma ou talento, que nem sequer se evidencia em nenhum dos seus principais elementos, sendo o já experiente Eric Bana o mais pródigo e popular do grupo, mas o que é certo é que nem ele consegue brilhar no meio de um filme de terror sem muito terror ou ação, que aposta numa história já tão vista que nem sequer entusiasma à partida o espetador mais fanático por este tipo de filmes. 

 Classificação - 1,5 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial