Crítica - Cooties (2014)

Realizado por Jonathan Milott e Cary Murnion
Com Elijah Wood, Alison Pill, Rainn Wilson

Há que admirar "Cooties" por transformar crianças inocentes em zombies raivosos, mas também por colocá-las no epicentro de um confronto propositadamente ridículo contra adultos imaturos que só se querem livrar do iminente apocalipse. É certo que há que admirar esta obra por correr estes riscos, mas em vez de nos presentear  com um consequente festival cómico de violência e excessos, "Cooties" cai inesperadamente e incompreensivelmente num patamar muito pouco positivo. A ideia que fica é que os seus responsáveis nunca conseguiram concretizar, com o devido equilibro e competência, as suas boas intenções. O que nos é apresentado não é um produto de entretenimento válido, mas sim um produto que se fica apenas pelas boas ideias não concretizadas.
A sua história começa numa escola primária muito simpática, onde um poderoso vírus infeta boa parte das crianças e transforma-os em monstros selvagens e completamente insensíveis à dor ou sofrimento. Os professores da escola, que por serem adultos são imunes ao vírus, terão agora que tentar sobreviver a este pesadelo zombie que não parece ter final à vista. É verdade que "Cooties" começa como uma comédia de terror que parece ter potencial para divertir, mas tal entretenimento não passa de uma breve ilusão causada pelo excesso da sua premissa. O que  efetivamente acontece é que "Cooties" vai perdendo piada e extravagância com o passar do tempo até não sobrar praticamente nada. A luta por sobrevivência dos professores começa por ter uma certa diversão, mas rapidamente cai no desespero do ridículo e dos clichés. As boas ideias passam a ideias recicladas e,consequentemente, torna-se até penoso continuar a ver esta obra que alia também um ritmo lento a uma história já de si cansativa. O seu elenco até reúne no papel um certo profissionalismo, já que conta com a presença de atores conhecidos como Elijah Wood, Alison Pill ou Jack McBrayer, mas também fica aquém das expectativas já que nenhum destes nomes tem um contributo verdadeiramente positivo.No fundo não há nada em "Cooties" que consiga ressuscitar as promessas positivas que esta obra nos deixa do seu inicio, mas que são cruelmente abatidas com a sua mediocridade coletiva.

Classificação - 1,5 Estrelas em 5

0 comentários:

Enviar um comentário

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana


Membro Oficial

Membro Oficial