Full width Top advertisement

Post Page Advertisement [Top]

Óscares 2020 - Nomeados e Análise - Surpresas e Ausências

Óscares 2020 - Nomeados e Análise - Surpresas e Ausências

Já foram revelados os nomeados à 72ª Edição dos Óscares! O filme mais nomeado é "Joker", o aclamado filme de Todd Phillips, protagonizado por Joaquim Phoenix, sobre um dos maiores vilões do Universo Batman. Ao todo são 11 Nomeações para esta obra que, após vencer o Festival de Veneza e ter brilhado na Época de Prémios, já era apontado como um dos grandes candidatos aos Óscares, mas poucos esperariam que fosse o filme com mais nomeações. São 11 no Total, incluindo Melhor Filme, Realizador e Ator. “O Irlandês”, “1917” e “Era uma vez em… Hollywood”, todos com 10 nomeações, ficaram logo atrás de "Joker", já "Marriage Story" e Parasitas", os outros dois grandes candidatos ao principal prémio conseguiram seis nomeações, o mesmo número que “Jojo Rabbit” e “Mulherzinhas”, este último a grande surpresa entre os candidatos a Melhor Filme!
Tal como já tinha sucedido nos Globos de Ouro, a Netflix voltou a brilhar e é o estúdio com mais nomeações! No total, a Netflix conquistou 24 nomeações, mas o que provavelmente é mais relevante é que e marca presença em todas as principais categorias dedicadas a longas metragens graças ao contributo de “O Irlandês”, “Marriage Story”, “Dois Papas”, os documentários “Democracia em Vertigem”, “American Factory”, mas também do filme de animação “Klaus”.

AS AUSÊNCIAS

A grande ausência e, provavelmente, o maior escândalo destas nomeações é a ausência de Robert De Niro entre os candidatos a Melhor Ator Principal. A sua performance em “O Irlandês” foi muito elogiada, mas o que é certo é que a Academia ignorou a sua prestação. Também na categoria de Melhor Ator destaque para as ausências de Christian Bale ("Le Mans 66': O Duelo") e Taron Egerton ("Rocketman"), sendo que estas não são tão significativas como a de De Niro, embora sejam na mesma relevantes já que Egerton venceu, por exemplo, o Globo de Ouro de Melhor Ator numa Comédia ou Musical. Quem também falhou a nomeação foi Adam Sandler por "Uncut Gems", sendo que aqui não podemos deixar de pensar que o ator pagou as consequências por dezenas de anos de papéis fracos em filmes sofríveis.
Na categoria de Melhor Atriz destaque também para a ausência de Awkwafina, a atriz revelação norte-americana de ascendência asiática que com "The Farewell" até conquistou o Globo de Ouro de Melhor Atriz num Filme Musical ou de Comédia, mas que ficou à porta da nomeação aos Óscares. Entre as mulheres destaque também para a ausência de mulheres na categoria de Melhor Realizador, mas em abono da verdade nunca se esperou que Greta Gerwig, realizadora de "Mulherzinhas", pudesse superar os cinco candidatos masculinos que acabaram por ser nomeados, apesar de "Mulherzinhas" ter conseguido um lugar entre os nomeados ao Óscar de Melhor filme. Aliás "Mulherzinhas" foi responsável por outra ausência de peso, já que previsivelmente ocupou o lugar de "Dois Papas" entre os candidatos a Melhor Filme. Embora o filme de Fernando Meirelles seja o mais fraco dos três candidatos da Netflix, muitos esperariam que estivesse entre os candidatos a Melhor Filme, especialmente após ter conseguido uma nomeação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Dramático. "Knives Out" também falhou a presença entre os candidatos a Melhor Filme, tendo também falhado a presença em todas as categorias que se julgava ter hipóteses de nomeação. A excepção foi a categoria de Melhor Argumento Original, a única nomeação que conquistou.
Uma outra ausência de relevo foi "Us". É certo que não se contaria com a sua presença entre os nomeados ao Óscar de Melhor Filme, mas nos últimos tempos acreditava-se que poderia Lupita Nyong'o poderia chegar à nomeação ao Óscar de Melhor Atriz, mas tal não aconteceu. Também "Os Aeronautas" não conseguiu qualquer nomeação e esperava-se que pudesse conseguir algumas em categorias mais técnicas. Eddie Murphy por "Dolemite Is My Name" (Ator Principal) e Jennifer Lopez ("The Hustlers") também ficaram à porta da nomeação, mas nestes casos as suas possibilidades eram bastante curtas em categorias muito disputadas. Um outro derrotado antecipado foi "Rocketman" que, pese embora as vitórias nos Globos de Ouro, apenas conquistou uma nomeação, precisamente na categoria de Melhor Canção Original, ainda assim os seus produtores deveriam estar à espera de mais, especialmente tendo em conta ao sucesso que "Bohemian Rhapsody" teve o ano passado. Se Elton John pode festejar a nomeação ao Óscar de Melhor Canção Original, o mesmo já não se pode dizer de Beyoncé que falhou a nomeação pela canção que compôs para "The Lion King", filme que felizmente não foi nomeado para o Óscar de Melhor Filme de Animação, provando que a Academia tem melhor senso que a HFPA! Já nesta categoria houve outra surpresa com a ausência de dois nomeados de peso: "Frozen 2" e "Weathering With You". Também se poderia esperar que CLint Eastwood e o seu "Richard Jewell"  conseguissem mais do que a justíssima nomeação de Kathy Bates ao Óscar de Melhor Atriz Secundária.

AS SURPRESAS

Já aqui se falou e volta a repetir-se. A principal surpresa das nomeações foi o drama de época "Mulherzinhas". Sim, até nós tínhamos previsto que conseguisse alguns nomeações, mas nunca se esperaria que chegasse à nomeação ao Óscar de Melhor Filme. As seis nomeações que conquistou são também uma surpresa, já que não se esperava que o número fosse tão elevado. A outra grande e justa surpresa dos Óscares foi Cynthia Erivo, nomeada ao Óscar de Melhor Atriz por "Harriet". Foi justíssima a nomeação e, embora as suas hipóteses de chegar ao Óscar sejam reduzidas, certo é que se Erivo conquistar o Óscar fará história e entrará no rol de mulheres que conseguiram conquistar o EGOT (Emmy, Grammy, Óscar e Tony Award).
As categorias de representação também trouxeram boas surpresas, como a nomeação de Charlize Theron ao Óscar de Melhor Atriz (á não recebia uma nomeação desde 2006), ou a nomeação de Anthony Hopkins ao Óscar de Melhor Ator por "Dois Papas" (já não era nomeado desde 1998). Não é surpresa porque já se estava à espera, mas a nomeação de Brad Pitt ao Óscar de Melhor Ator Secundário por "Era Uma vez...Em Hollywood" aproxima-o cada vez mais do prémio que já merece há muito tempo. Por falar em Brad Pitt, não podemos deixar de destacar a justa nomeação que "Ad Astra" recebeu ao Óscar de Melhor Mistura de Som. Também a nomeação de Jarin Blaschke ao Óscar de Melhor Fotografia por "O Farol" é também uma surpresa positiva. A outra grande surpresa é a dupla nomeação de "Honeyland" aos Óscares de Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Documentário! E o que dizer da presença surpresa de "Um Ato de Fé" na categoria de Melhor Canção Original)


Melhor Filme
“1917”
“O Irlandês”
“Joker”
“Marriage Story”
“Jojo Rabbit”
“Era Uma Vez Em… Hollywood”
“Le Mans 66′: O Duelo”
“Mulherzinhas”
“Parasitas”

Melhor Ator
Antonio Banderas, “Dor e Glória”
Leonardo DiCaprio, “Era Uma Vez Em… Hollywood”
Adam Driver, “Marriage Story”
Joaquin Phoenix, “Joker”
Jonathan Pryce, “Dois Papas”

Melhor Atriz
Cynthia Erivo, “Harriet”
Scarlett Johansson, “Marriage Story”
Saoirse Ronan, “Mulherzinhas”
Charlize Theron, “Bombshell – O Escândalo”
Renee Zellweger, “Judy”

Melhor Realização
Martin Scorsese, “O Irlandês”
Todd Phillips, “Joker”
Sam Mendes, “1917”
Quentin Tarantino, “Era Uma Vez Em… Hollywood”
Bong Joon Ho, “Parasitas”

Melhor Ator Secundário
Tom Hanks, “Um Amigo Extraordinário”
Al Pacino, “O Irlandês”
Joe Pesci, “O Irlandês”
Brad Pitt, “Era Uma Vez Em… Hollywood”
Anthony Hopkins, “Dois Papas”

Melhor Atriz Secundária
Margot Robbie, “Bombshell – O Escândalo”
Kathy Bates, “O Caso de Richard Jewell”
Laura Dern, “Marriage Story”
Scarlett Johansson, “Jojo Rabbit”
Florence Pugh, “Mulherzinhas”

Melhor Argumento Adaptado
“O Irlandês”, Steven Zaillian
“Jojo Rabbit”, Taika Waititi
“Joker”, Todd Phillips and Scott Silver
“Mulherzinhas”, Greta Gerwig
“Dois Papas,” Anthony McCarten

Melhor Argumento Original
“Knives Out: Todos São Suspeitos”, Rian Johnson
“Marriage Story”, Noah Baumbach
“Era Uma Vez Em… Hollywood”, Quentin Tarantino
“Parasitas”, Bong Joon Ho e Han Jin Won
“1917”, Sam Mendes e Krysty Wilson-Cairns

Melhor Guarda Roupa
“O Irlandês”, Sandy Powell e Christopher Peterson
“Jojo Rabbit”, Mayes C. Rubeo
“Joker”, Mark Bridges
“Mulherzinhas”, Jacqueline Durran
“Era Uma Vez em… Hollywood”, Arianne Phillips

Melhor Mistura de som
“1917″
“Le Mans 66′: O Duelo”
“Era Uma Vez em… Hollywood”
“Ad Astra”
“Joker”

Melhor Edição de som
“1917″
“Le Mans 66′: O Duelo”
“Joker”
“Era Uma Vez Em… Hollywood”
“Star Wars: Episódio IX – A Ascensão de Skywalker”

Melhor Curta de Animação
“Dcera (Daughter)”
“Hair Love”
“Kitbull”
“Memorable”
“Sister”

Melhor Curta Metragem
“A Sister”
“Brotherhood”
“Nefta Football Club”
“The Neighbor’s Window”
“Saria”

Melhor Banda Sonora Original
“Star Wars: Episódio IX – A Ascensão de Skywalker”
“Mulherzinhas”
“Joker”
“1917”
“Marriage Story”

Melhor Montagem
“Le Mans 66′: O Duelo”, Andrew Buckland e Michael McCusker
“O Irlandês”, Thelma Schoonmaker
“Jojo Rabbit”, Tom Eagles
“Joker”, Jeff Groth
“Parasitas”, Jinmo Yang

Melhor Filme Internacional
“Corpus Christi – A Redenção”
“Honeyland”
“Os Miseráveis”
“Dor e Glória”
“Parasitas”

Melhor Curta Documental
“Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)”
“Life Overtakes Me”
“Walk Run Cha-Cha”
“In The Absence”
“Saint lewis Superman”

Melhor Documentário
“American Factory”
“The Cave”
“The Edge of Democracy”
“For Sama”
“Honeyland”

Melhor Design de Produção
“1917”, Dennis Gassner e Lee Sandales
“O Irlandês”, Bob Shaw e Regina Graves
“Jojo Rabbit”, Ra Vincent e Nora Sopková
“Era Uma Vez Em… Hollywood”, Barbara Ling e Nancy Haigh
“Parasitas”, Lee Ha Jun e Cho Won Woo, Han Ga Ram e Cho Hee

Melhor Fotografia
“1917”, Roger Deakins
“O Irlandês”, Rodrigo Prieto
“Joker”, Lawrence Sher
“O Farol”, Jarin Blaschke
“Era Uma Vez Em… Hollywood”, Robert Richardson

Melhores Efeitos Visuais
“Vingadores: Endgame”
“O Irlandês”
“O Rei Leão”
“Star Wars: Episódio IX – A Ascensão de Skywalker”
“1917”

Melhor Caracterização
“Bombshell – O Escândalo”
“Joker”
“Judy”
“Maléfica: Mestre do Mal”
“1917”

Melhor Filme de Animação
“Como Treinares O Teu Dragão: O Mundo Secreto”
“J’ai perdu mon corps (I Lost My Body)”
“Klaus”
“Mr. Link”
“Toy Story 4”

Melhor Canção Original
“(I’m Gonna) Love Me Again”, Rocketman
“Into the Unknown”, Frozen II – O Reino do Gelo
“Stand Up”, Harriet
“I Can’t Let You Through Yourself Away”, Toy Story 4
“I’m Standing With You”, Um Ato de Fé



Sem comentários:

Publicar um comentário

Bottom Ad [Post Page]