Oblivion - As Falhas e Os Pormenores Mal Explicados

É já a 21 de Agosto que chega a Portugal o DVD/ Blu-Ray de “Esquecido”/ “Oblivion”, um filme sci-fi de Joseph Kosinski, que estreou nas salas de cinemas nacionais a 11 de Abril de 2013. Ao todo, “Oblivion” foi visto nos cinemas por mais de cem mil espetadores portugueses, tendo também tido algum sucesso no estrangeiro, como prova a sua receita global de duzentos e oitenta milhões de dólares, mais sessenta milhões que o seu orçamento inicial de cento e vinte milhões de dólares dólares. Já tivemos no Portal Cinema uma Crítica ao filme, e também já falamos com a atriz Melissa Leo sobre o seu trabalho nesta misteriosa obra sci-fi, que na altura deixou muitos espetadores satisfeitos mas confusos. O Portal Cinema tenta agora explicar melhor alguns pormenores do filme e realçar algumas das coisas que não fazem lá muito sentido e que, aparentemente, só existem para confundir o espetador. O texto que se segue tem, por isso, muitos spoilers e recomendo que não o leia se ainda não teve oportunidade de ver o filme. 

1 – Os Clones 
A pergunta mais pertinente prende-se com a lógica de uma das principais decisões dos aliens, que optaram por usar clones de Jack e Victoria (Tom Cruise e Andrea Riseborough) para invadirem o Planeta Terra e para o manter sob o seu controlo. Se os aliens tinham à sua disposição uma tecnologia tão avançada capaz de construir drones inteligentes e altamente mortíferos, então porque é que usaram clones para tarefas tão delicadas que podiam ser executadas com mais eficácia e facilidade por esses drones? O que levou os aliens a darem-se ao trabalho de clonarem Jack e Victoria milhares de vezes se podiam ter simplificado tudo com o uso de simples drones, que parecem ser muito mais viáveis e bem mandados que os clones? Esta opção aparentemente inútil acabou por condenar os aliens ao fracasso, que eventualmente pagaram um preço muito elevado pela sua falta de sensatez. Não parece haver nenhuma lógica por detrás desta decisão dos aliens, que podiam ter controlado tudo sem qualquer problema se tivessem usado a sua brilhante tecnologia para construir em massa várias máquinas para uma função específica, seja matar sobreviventes ou manter as centrais energéticas em funcionamento. A única explicação lógica e plausível para esta opção duvidosa dos aliens está relacionada com as potenciais fragilidades dos drones, que pelos vistos estão sempre a precisar de serem arranjados por Jack. As fraquezas tecnológicas dos drones são, pelos vistos, a única coisa que pode ajudar a explicar a presença e a aposta constante em clones imprevisíveis que, a qualquer momento, podiam descobrir a verdade e virar-se contra os seus criadores, algo que acabou por acontecer. A outra explicação possível reside na possível falta de meios dos alienígenas, que podiam não ter drones suficientes para realizarem as tarefas, ou então podiam não ter acesso a materiais para os construírem ou energia suficiente para os movimentar e controlar. Esta explicação parece, no entanto, um pouco implausível, porque a Terra é muito rica em recursos naturais e os aliens podiam aproveitar todos os destroços e recursos naturais para construírem, ativarem e movimentarem um enorme exército de drones. E será também que a “Sally” não podia ter clonado qualquer outro tipo de alien, mais ameaçador e menos emotivo, para manter o Planeta Terra sob o seu controlo. Ou será que o Planeta Terra é o primeiro alvo de sempre dos aliens? 

2 – As Memórias dos Clones 
Um clone é uma cópia idêntica a nível genético de um ser vivo (humano, alien ou animal), mas embora as cópias sejam fisicamente idênticas às versões originais, não são propriamente a mesma coisa, porque cópias e originais têm, supostamente, mentalidades e intelectos diferentes que resultam da evolução do cérebro e das vivências individuais. Os meus conhecimentos científicos são limitados, mas acho que é virtualmente impossível copiar as memórias, as personalidades e o intelecto da versão original. O problema é que os clones construídos pelos aliens de “Oblivion” parecem partilhar as mesmas memórias que as versões originais, sendo até capazes de se lembrarem perfeitamente de coisas que não viveram. Vamos supor por momentos que os aliens têm uma tecnologia tão avançada que são capazes de criar clones geneticamente idênticos e intelectualmente iguais aos seres originais. O que levaria os aliens a fazerem tal coisa, mesmo que conseguissem apagar as memórias dos clones com outro procedimento tecnológico? Será que não pensaram que correriam sempre o risco das cópias lembrarem-se de tudo o que tinha acontecido e que, afinal de contas, estavam a trabalhar para o lado errado? Se a tecnologia dos aliens permite criar clones exatamente iguais, quer a nível físico, quer a nível intelectual, então também permite criar clones que sejam apenas iguais fisicamente. Em vez de apostarem numa uma versão melhorada de um clone, porque é que não apostaram num clone sem personalidade e sem nenhuma memória da versão original? E se têm assim tanto poder tecnológico, porque é que os aliens não incluíram nos clones um botão de destruição automática, para assim se livrarem deles quando já não precisassem deles ou quando começassem a demonstrar debilidades claras. 

3 – Os Objetivos dos Aliens 
Os alienígenas são aparentemente uma raça nómada, que andam de planeta em planeta a exterminarem as suas respetivas populações e a roubarem os valiosos recursos naturais desses planetas para angariarem energia. É por isso que os aliens invadem o Planeta Terra e constroem grandes estações energéticas para retirarem energia dos oceanos do nosso planeta. Este parece ser o único objetivo dos aliens, mas isto levanta algumas questões: Se não querem estudar os humanos, aproveitar o planeta como uma colónia ou aproveitar outros recursos naturais para além da energia do mar, então porque é que criaram os clones e não encheram o planeta de material radioativo ou altamente letal para matar toda a vida terrestre e animal? Já que têm falta de energia, porque é que desperdiçaram a que tinham a criar e manter os clones? E porque é que destruíram a Lua? Os aliens podem até ser uma raça muito inteligente com uma tecnologia avançada e um propósito bem definido, mas as suas decisões e atitudes evidenciam um completo desnorte intelectual. 

5 – O Que São os Aliens? 
Em “Oblivion” só vemos um único alien, mas será que é mesmo um extraterrestre? A “Sally” é uma entidade informática que, muito sinceramente, parece ser uma máquina com inteligência artificial que foi construída pelos verdadeiros aliens. Os aliens de “Transformers” também são entidades informáticas, mas têm uma espécie de consciência e, claro está, são um grupo de aliens. Já em “Oblivion” só aparece um único extraterrestre, que controla uma grande estação espacial e todas as máquinas que saem dessa estação. É isto que me leva a crer que a “Sally” é apenas uma máquina que serve os propósitos de uma raça extraterrestre, que controla remotamente todas as suas movimentações numa galáxia muito distante. Isto também me leva a pressupor que existem no Universo muitas outras “Sallys” que, tal como as nossas sondas, exploram o espaço à procura de planetas com vida e potencial energético. É também possível que a “Sally” seja parte de uma verdadeira raça extraterrestre, cujos membros evoluíram de tal forma que conseguiram passar as suas consciências para o formato informático, mas isto parece menos provável que a minha primeira teoria. 

6 – A Figura da Sally e a Origem dos Clones 
A maior parte das pessoas que viu “Oblivion” pergunta-se porque é que a grande máquina alien escolheu a figura da Sally para ilustrar a sua imagem humana. A resposta é mais simples do que parece. Eu presumo que o alien informático escolheu a imagem da Sally porque foi a última figura de autoridade humana que Jack e Victoria viram, mas também porque foi o primeiro humano, excepto o Jack e a Victoria, que a máquina teve oportunidade de conhecer e gravar os seus dados. O outro pormenor confuso prende-se com a origem dos clones. Se os maiores governos mundiais não tivessem enviado uma tripulação humana para explorar a Lua Titã de Saturno e, posteriormente, tivessem direcionado essa missão para explorar a grande nave espacial que se aproximava lentamente da Terra, como é que a “Sally” ia conseguir humanos para clonar? Será que ia raptar duas ou mais vítimas quando chegasse à Terra? Ou será que o plano inicial não passava por usar clones? 


7 - Os Clones e a Relação de Julia Com Jack 
É compreensível presumir que a “Sally” espalhou, um pouco por todo o mundo, vários pares de clones, para além dos dois pares que aparecem durante o filme. O que aconteceu a esses clones quando a “Sally” foi destruída? Será que morreram à fome, ou será que se reuniram com os outros sobreviventes? A outra situação irritante em “Oblivion” é a relação de Julia (Olga Kurylenko) com Jack 49, o clone de Jack. A certa altura, Julia descobriu que o verdadeiro Jack estava morto e que agora só existia um clone igual em tudo ao seu falecido noivo. O que é que ela fez? Numa primeira fase mostrou-se confusa, mas acabou por aceitar o clone como se fosse o seu verdadeiro noivo, mesmo sabendo que o Jack 49 não passa de uma cópia do homem que um dia amou. Se Julia acabou por aprender a amar o Jack 49, será que fará o mesmo com o Jack 51, o outro clone de Jack? Será que ela não se apercebe que são três homens diferentes, apesar de serem geneticamente iguais? E se outros clones do Jack aparecem na zona verdejante? Será que ela vai andar com todos ao mesmo tempo, só porque são parecidos? 

8 – O Sacrifício de Jack 
No final, Jack e Beech (Mortalmente Ferido) sacrificam-se para destruir a “Sally” e para salvarem o mundo. Este sacrifício é completamente compreensível, mas mais uma vez a “Sally” mostrou debilidades intelectuais ao deixar um rival assumido entrar na sua nave sem sequer ser revistado. Eu não posso acreditar que aquela estação espacial toda avançada não tivesse, pelo menos, um pequeno sistema de segurança com algum tipo de deteção de ameaças que conseguisse detetar radiações estranhas, ou então ver que no casulo não estava uma mulher, mas sim um homem. Será que a “Sally” nunca ouviu falar de Raios-X ou Detetores de Radiações? E porque é que a “sally” recebeu Jack nos seus aposentos? Não teria sido mais fácil destruir a nave em pleno espaço, ou então ordenar a um drone que eliminasse a ameaça mal Jack 49 entrasse na nave? Porque é que uma máquina tão inteligente teve necessidade de explicar todos os seus planos e perder tempo com conversa fiada com um clone? O Jack 49 nem é assim tão especial para a “Sally”, porque ela tentou-o matar várias vezes e tinha ainda muitas cópias do Jack em stock. É absurdo.

9 – A Salvação de Julia 
Eu consigo perceber porque é que o Jack meteu a Julia no casulo e enviou-a para a sua zona verdejante. Ele não queria que a Julia se sacrificasse e enganou-a. É dado a entender que ele trocou o casulo em que ela estava por um que tinha o Malcolm Beech, que se voluntariou para morrer ao lado do Jack 49. O que não percebo é como é que o Jack 49 colocou o casulo na zona verdejante? Será que o casulo tinha algum tipo de propulsor? E onde é que ele foi buscar um segundo casulo? É importante recordar que os outros foram destruídos pelos drones, quando a nave caiu na Terra. 

10 - A Queda da Nave
O que levou os Scavs a esperarem sessenta anos para trazerem a Odyssey de volta à Terra? E como é que eles sabiam a frequência para a trazerem de volta? Estas questões não são explicadas, mas acho que é possível presumir que Malcolm decidiu trazer a Julia e a Odissey de volta à Terra, porque se apercebeu que o Jack 49 era diferente dos outros clones que tinha encontrado até então. Ele presumiu que o Jack 49 aliar-se-ia aos Scavs se recuperasse as memórias da versão original, algo que só podia ser alcançado se ele entrasse em contacto com uma figura real do seu passado, a Julia. Será que o Malcolm trabalhava na NASA há sessenta anos atrás? 

11 - O Aspeto do Planeta 
O estádio que aparece no início do filme é o MetLife Stadium que fica em Nova Jérsia, mesmo ao lado de Nova Iorque. A baixa de Nova Iorque está muito danificada, tal como o estádio, mas Manhattan está quase toda debaixo de um grande monte de terra e pó, mas o MetLife Stadium não está, apesar de se muito mais baixo que os edifícios de Manhattan. A distância entre os dois locais não é muita, então porque é que o estádio não está debaixo de milhares de toneladas de terra? O resto do planeta também apresenta um aspeto discrepante, já que algumas áreas apresentam restos de civilização, ao passo que outras não. Esta imagem pouco uniforme não corresponde inteiramente ao processo de deterioração, até porque as zonas litorais deviam estar muito mais estragadas que as interiores, mas o que acontece no filme é exatamente o oposto. 

12 – Onde Está a Comida? 
Viram alguma vaca, algum porco ou algum vegetal em “Oblivion”? O único alimento que se vê é um peixe, que está na zona verdejante do Jack 49. O que é que os sobreviventes humanos comeram durante sessenta anos? Será que sobreviveram todo esse tempo de restos? E o que é que os clones comem? Será que a “Sally” também tinha clones de animais, vegetais e frutos que enviava para os clones comerem sob a forma de comida processada? Se os clones são vistos a comer, o mesmo já não pode ser dito em relação aos humanos que, apesar de tudo, parecem estar muito bem alimentados. Sem vida vegetal e animal por perto, como é que estes sobreviventes conseguiram manter-se tão bem alimentados durante tanto tempo? E a Júlia? Como é que ela conseguiu sobreviver com a sua filha na zona verdejante? Será que comeu peixe durante três anos? 

13 – Os Pormenores – Os Óculos de Beech, Os Disfarces, A Floresta de Jack, A Miúda do Final,  A Energia e a Leitura
Há vários pormenores mal explicados em “Oblivion”. O primeiro prende-se com os óculos escuros de Malcolm Beech (Morgan Freeman)? Será que ele é cego? É claro que não. Ele vê muito bem, mas usa os óculos presumivelmente por estilo e para proteger os seus olhos do sol e da poeira. E porque é que os Scavs vestem-se de aliens? Já que têm de enfrentar clones de humanos, não seria mais fácil mostrar a sua verdadeira face aos clones, para que estes começassem assim a questionar a sua natureza e o seu propósito? Não seria uma forma mais fácil de os fazer questionar o mundo ao seu redor? No meio da destruição, Jack descobriu uma pequena área verde onde construiu uma espécie de santuário de relaxamento. É difícil de compreender porque é que o Jack não disse aos sobreviventes humanos que ainda existia um lugar assim tão verdejante no planeta. Por causa deste esquecimento, Jack obrigou os Scavs a andarem três anos à procura da Julia e desse pequeno oásis verdejante que, só por acaso, é um sítio perfeito para viver em comunidade. E já agora, onde é que o Jack vai buscar a energia para pôr o seu giro discos a tocar? E como é que Beech sabia o que Jack andava a ler? 
Na cena final de “Oblivion”, Julia está acompanhada por uma pequena menina que, presumivelmente, é a sua filha. Será que ela já estava grávida antes de partir na missão espacial? É pouco provável, por isso só posso presumir que, durante o pouco tempo em que estiveram juntos, Jack e Julia conseguiram arranjar tempo e intimidade para procriar. O problema é que Jack tinha uma relação com Vitoria e nem sabia quem é que a Julia era na realidade, por isso só posso presumir que os dois tiveram relações sexuais antes de Jack partir na sua missão suicida, porque antes disso Jack não tinha certezas de nada. Esta questão da filha é um pouco confusa e está mal explicada. Será que o outro clone do Jack vai criar a filha de Julia como sua?

51 comentários:

  1. É preciso ter um pouco de imaginação para vermos este filme.
    Até compreendo algumas das questões pertinentes que aqui são colocadas, mas tambem não vamos ser completamente cépticos em relação ao filme, porque senão nem vale a pena vê-lo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou completamente de acordo, mas este texto serve apenas para forçar o espetador a refletir sobre alguns pontos menos claros do filme.

      Eliminar
    2. Críticas sem base, com um mínimo de esforço é possível achar respostas para tais questões. Encheção de linguiça!!!

      Eliminar
    3. Respondendo a algumas questões, depois de assistir ao filme mais de 100 vezes consecutivas (sim, estou assistindo ao filme randomicamente em meu aparelho, justamente para entender as discrepâncias que vi na primeira vez que assisti ao filme).
      Ao que parece "Sally" apenas busca água salgada como fonte de energia e o fato de ter destruído a lua, foi para que tsunamis destruíssem as cidades costeiras e seus habitantes e os terremotos consumiram o restante, como explica o Beech, que alguns humanos foram salvos pelo substrato rochoso de Chicago. O grupo de clones inicial, para destruir humanos foi apenas um detalhe a mais, uma vez que os drones são programados para destruir humanos e não os clones. Esses clones têm vida útil de apenas 5 anos, sendo substituídos quando esse tempo termina.
      O fato do grupo do Beech ter sobrevivido mais de 60 anos, provavelmente porque eles viajavam para as zonas radioativas e lá conseguiam saquear algum alimento. Embora não tenham mostrado, eles podem ter algum tipo de cultivo subterrâneo para se manterem vivos por tanto tempo. E eles se disfarçam de aliens porque os drones estão preparados para matar humanos, então precisavam se proteger de alguma forma e com os clones iniciais sendo também matadores de humanos, nada melhor do que uma camuflagem para a sobrevivência.
      Quanto ao final, a forma como a Julia foi enviada para o oásis, provavelmente ele deu duas viagens para isso. As urnas onde estavam os corpos dos tripulantes da nave foram levadas para o esconderijo deles, na primeira vez que capturam Jack e Julia, antes dele saber que ela era esposa dele, não noiva. Eles usam a palavra inglesa WIFE e não fiancê, indicando que a relação entre eles é legalizada.
      Minha dúvida com relação ao filme foi só uma: Como a "Sally" sabia que era o Jack 49 se ele estava pilotando a nave do Jack 52?
      Ainda estou assistindo mais uma vez, em inglês e com legenda em inglês, para me certificar de que estão realmente falando o que escrevem. Só fiquei com muita raiva da Vika 49 ter jogado fora a plantinha que tão singelamente ele presenteou.

      Eliminar
    4. Só tem um erro nesse seu comentário.
      As zonas de radiação, são mentira, elas são um tipo de marcador de território para os clones.

      Eliminar
  2. É só críticos!

    Tentem passar mais tempo a criar algo do zero que chegue a ser comprado/apreciado por alguém, do que a criticar o trabalho dos outros!
    É ENTRETENIMENTO meus senhores, não tem q ser analisado como engenharia aeroespacial!
    É perfeito? Não, e então? Eu prefiro lembrar-me do filme por td o que tem de positivo, como os excelentes efeitos visuais; toda a parte artística dos cenários, naves, etc; a partilha do ecrã por dois dos melhores actores da actualidade (e aqui não há espaço para discussões, é um facto!)...
    Erros, falhas... Caso não tenham reparado a "roda" já foi inventada há muuuuitas décadas, se pertencem ao grupo do "Tudo o que se fazia antigamente é que era bom, hj é dia é td uma bosta.", deixem de ir ao cinema, comprem DVD/Blu-Ray's dos clássicos e deliciem-se, já que se recusam a ver todas as condicionantes que existem hoje em dia em querer criar algo ORIGINAL, qd literalmente já foi td feito, e visto pelo espectador mais comum, já nd impressiona, já nd presta!...
    Bah, é por artigos como este, que até o pessoal que passa mais tempo com a cabeça enfiada no balde das pipocas do que a olhar para o ecrã se acha um critico, e como tal tem q exprimir a sua opinião de 20 em 20seg durante o raio do filme td, e quem quer 2 horas de simples entretenimento, deixar-se levar por uma historia, perfeita ou não, não pode pq há smp uma vozinha irritante a criticar algo!

    Desculpem a partilha da minha opinião, mas é somente isso, vindo de um FÃ DE CINEMA (não, não papo td, mas sei reconhecer e respeitar o trabalho por detrás dos "erros"!)

    Saudações Cinéfilas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amigo, concordo plenamente com você! Não me arrependo de ter assisto este filme. O filme mostra lindas paisagens e não deixa de desejar no espirito aventureiro, eu particularmente não vejo crítica, é sempre bom assistir algo diferente =)

      Eliminar
    2. As críticas foram muito bem embasadas. COM CERTEZXA, ELAS PERTECEM A TODOS. Não é só por que é "entretenimento" que não deve ser criticado. Principalmente vindo das indústrias norte-americanas, que acham que o resto do mundo é burro. Um monte de coisas sem sentido pode ser entretenimento sem fazer sentido algum, ser absurdo. O filme Oblívio é ótimo para ser visto, mas cheio de erros de roteiro. Muita coisa sem sentido. Fica por conta da imaginação. E as críticas nasceram da própria indústria fonográfica dos States. Parece que foi um filme escrito às pressas. E, Anônimo, para alguém que não tem a coragem de assumir o nome, foi comentário é totalmente sem contexto. Seu alienado. Francisco, justamente pro assistirmos e apreciarmos é que as críticas surgem. E Alana arrasou nas respostas. João Pinto, parabéns: críticas muito bem embasadas.

      William Moraes Corrêa.

      Eliminar
    3. Pena pra você, Anônimo, que como um bobo alegre assiste a tudo sem questionar. É por assistirmos e gostarmos que estamos criticando. O filme tem um monte de coisas sem sentido, sim. Babão.

      William Moraes Corrêa.

      Eliminar
  3. Subscrevo o seu comentário ALEX86 ;)

    FRANCISCO é com muito gosto que vejo que evoluiu desde a troca de palavras que tivemos na crítica ao The Wolverine,sabendo reconhecer quando erra.

    O cinema é isso mesmo,ENTRETENIMENTO ACIMA DE TUDO!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas sem querer pensar que todo mundo é idiota e que é fácil engolir qualquer tranqueira.

      William Moraes Corrêa.

      Eliminar
  4. A arte imitando a vida, ou seja, sem explicação de quase tudo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acontece que, na vida, muita coisa é mistério por que nós não conseguimos compreender como as coisas realmente são. No caso dos filmes, ou são feitos de foram apressada ou errada mesmo. Quando muito raramente, são cheio de mistérios com real intenção.
      William Moraes Corrêa.

      Eliminar
  5. o filme não é ruim,mais eu acho que devera ter um pouco mais de sentido,eu pelo menos fiquei todo o filme colocando-o em pause,porque na maioria das vezes parava para pensar e tentar entender alguns fatos que ocorreram,visto que muita coisa não tinha sentido como por exemplo os clones que simplesmente existiam para reparar os drones ... e eu me pergunto:"o que aconteceria com eles depois que toda água do mar fosse extraída,já que era só isso que os 'aliens' queriam?".

    ResponderEliminar
  6. Em relação a filha que eles tiveram, eu discordo do seu ponto de vista e ressalto que eles tiveram tempo pra procriar, depois dele relembrar que ela é esposa dele, ele leva ela pra casa na beira do rio pra se recuperar do ferimento, depois mostra uma cena que eles se beijam, mostra a tela de transição e após isso, mostra ele em pé já trajado com o uniforme e ela deitada na cama acabando de acordar, isso da a entender que tiveram uma relação sexual nesse momento, pode ter sido ai que geraram a criança.

    E quanto a mostrar o rosto, eles explicam que usam as roupas de "alienígenas" para que o drones não captem a presença deles, o "sinal biológico", provavelmente se tirassem o capacete seriam feitos em pedaços.

    Tirando esses dois pontos, concordo com quase tudo o que você escreveu, ficaram muitas coisas mal explicadas e sem entendimento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o que vc me diz sobre a parte final onde ela se surpreende quando ver o n 52 chegando perto dela mesma e da filha?

      Eliminar
  7. A respeito da comida, em uma das ultimas cenas aparece um pé de tomate...

    ResponderEliminar
  8. Quando Jack chega aos destroços da nave, pode se ver uma capsula vazia, e ele levou a esposa em outra capsula, ou seja, duas capsulas boas. O sexo entre os dois, eu acredito tbm que foi na casa do lago, mas o roteiro é cheio de falhas, ficou muita coisa no ar, realmente.

    ResponderEliminar
  9. Se chama Ficção Cientifica; não adianta procurar uma explicação lógica, só uma base cientifica...

    ResponderEliminar
  10. A crianca nao eh filha natural. Antes do ataque na base mostra uma menina com um brinquedo que eh um gorila, durante a matanca seus pais morreram e provavelmente a mulher adotou a crianca, mostra de novo o mesmo brinquedo.

    ResponderEliminar
  11. Fico imaginando o cara que escrever este artigo analisando o filme do Homem de Aço. Voa sem propulsor? Como pode???

    ResponderEliminar
  12. Por que destruir a Lua? Ué, deviam saber muito bem que o nosso satélite natural era uma fonte de 'equilíbrio' para o planeta e a destruição do mesmo seria favorável para eles, já que causaria caos na Terra, e logo, aos Homens.

    ResponderEliminar
  13. Olá a todos, só agora em 2014, quase 2015 eu assisti Oblivion, mesmo assim gostaria de contribuir com algumas opiniões, quem sabe servirão a alguém como eu que demorei para ver o filme mas adoro ler críticas e/ou opiniões ao terminar. Então ai vão elas:
    1 – Os Clones
    "porque é que usaram clones para tarefas tão delicadas"
    Por serem tão delicadas! Máquinas não se comparam aos seres humanos.
    Sally era inteligente, os drones não.

    2 – As Memórias dos Clones
    "O que levaria os aliens a fazerem tal coisa, mesmo que conseguissem
    apagar as memórias dos clones com outro procedimento tecnológico?"
    Os clones somente eram úteis com sua formação militar, eram os melhores
    escolhidos por seus governos. A perda de memoria foi seletiva, deixando
    apenas informações úteis à Sally.

    5 – O Que São os Aliens?
    Sally era a única entidade alienígena.

    7 - Os Clones e a Relação de Julia Com Jack
    Jack pode ser compreendido como o caso de Buda, ele estava presente em
    vários clones que compartilhavam as suas memórias (ou alma).
    Julia diz que as memórias são a própria pessoa, consciência,de certa forma,
    todos os clones eram o verdadeiro Jack.

    ResponderEliminar
  14. Bom o filme foi legal, teve uns altos e baixos, algumas partes que podiam ser explicadas outras que não tinha explicação alguma, porém o que me chamou a atenção foi o final depois que Jack 49 se sacrificou para salvar a humanidade e Julia, acho que mais a Julia. Logo depois deste evento vem a parte em que Jack 52 ou 49 ( Sinceramente não entendi quem era que tava narrando essa parte porque se contra-diz com Jack 52 e 49. Um parte diz a 3 anos como se fosse o Jack 52 no deserto, e em outra parece Jack 49 se perguntando se Julia vê ele na filha ) narra o evento e diz o seguinte: Se nos temos almas, são compartilhadas pelo amor... blá blá blá é até lindo porém, ele termina dizendo que ele e Jack Harper, como se o clone 52 não tivesse personalidade própria, mostrando que todos os outros antes dele fossem um único Jack Harper ou seja o Original. Dai vem aquela conclusão super misteriosa do filme de que a clonagem seria um meio possível de ter à vida eterna ? É totalmente louco essa tese para alguns no meu ponto de vista, porém foi o que ficou bem explicito no final na minha humilde opinião, VLW

    ResponderEliminar
  15. Vocês querem demais também né? Querem que um filme de FICÇÃO CIENTIFICA faça todo sentido uau. Parabéns. *clapclapclap*

    ResponderEliminar
  16. Duas coisas a comentar: Não existe radiação e a energia é solar.

    ResponderEliminar
  17. Esse filme para mim é o melhor de todos os tempos, mas para quem não tem muita "inteligência " ele acaba se tornando cheio de "pormenores " '

    ResponderEliminar
  18. Acho que o jack 52 do final no pomar foi aquele jack que ele lutou com ele e deixou ele amarrado.

    Já os outros milhares de jacks na terra, morreram?

    ResponderEliminar
  19. Muito bom o filme. Tem alguns detalhes inexplicados lá. Mas isso não é novela né. Se querem respostas pra todos os pormenores assistam apenas séries e novelas que possuem bastante tempo pra explicar. Um filme de 2 horas não consegue explicar tudo mesmo. Mas fiquei na dúvida apenas no final pois lembro que o 49 trocou de roupa com o 52 pra entrar no helicóptero e a sua mulher na 52 não perceber. Assim. Acho que o 52 é que foi pra tet vestido de 49 e o 49 ficou na terra como 52. Ou sei lá hehehe. Mas gostei muito do filme.

    ResponderEliminar
  20. Muito bom o filme. Tem alguns detalhes inexplicados lá. Mas isso não é novela né. Se querem respostas pra todos os pormenores assistam apenas séries e novelas que possuem bastante tempo pra explicar. Um filme de 2 horas não consegue explicar tudo mesmo. Mas fiquei na dúvida apenas no final pois lembro que o 49 trocou de roupa com o 52 pra entrar no helicóptero e a sua mulher na 52 não perceber. Assim. Acho que o 52 é que foi pra tet vestido de 49 e o 49 ficou na terra como 52. Ou sei lá hehehe. Mas gostei muito do filme.

    ResponderEliminar
  21. Amei isso me ajudou muito! Quando o filme terminou fiquei extremamente confusa, muitas partes ainda não tinham sido explicadas, como o porque dos clones, e se ainda existiam pessoas, e se quando o tempo de voltar chegasse o que eles fariam? levariam eles até a ''Sally'' e os matariam? , etc... Gostaria de dizer que há uma cena do filme que mostra que os clones comem uma espécie de "sopa" que obviamente não é explicado de onde vinham, mas eles comem isso.

    ResponderEliminar
  22. Amei isso me ajudou muito! Quando o filme terminou fiquei extremamente confusa, muitas partes ainda não tinham sido explicadas, como o porque dos clones, e se ainda existiam pessoas, e se quando o tempo de voltar chegasse o que eles fariam? levariam eles até a ''Sally'' e os matariam? , etc... Gostaria de dizer que há uma cena do filme que mostra que os clones comem uma espécie de "sopa" que obviamente não é explicado de onde vinham, mas eles comem isso.

    ResponderEliminar
  23. Cara,como tem pessoas que viajam aqui pra entender um filme,ou melhor,uma obra de arte,algo que eu esperava ver a bastante tempo e só tinham filmes que não mudavam muito seu roteiro,se quiser entender o filme melhor,veja novamente, muitas pessoas aqui esponderam questões de outras aqui porque prestaram atenção e só não entenderam alguma parte porque não entenderam mesmo,mas se assistir denovo vão entender.

    1 os clones se alimentam sim de sopa,no estilo que vivem e sem muitos recursos alimentícios, vocês que criticam tanto nao queriam que jack colocassem uma pizza da sadia no microondas ou uma lasanha né? Vamos lá né....
    2 a radiação foi uma das condições criadas por sally como forma dos clones nao irem além do campo (de visão),vamos dizer assim,pra que jack não ficasse por ai passeando e descobrisse coisinhas bobas como seus irmãos clones,seria bem bacana pra ele,assim o filme não ia continuar com sua trama,reduzindo seu roteiro.
    3 só sobrou o jack 52 porque ele era o original e no final o que morre que e o clone 49 está narrando ate porque e ele quem comeca a narrar o filme,entao se vc usar a cabeca,ia ficar show o 52 narrar o final,ja que ele teve uma participacao bem rapida,mas importante,pois ele e o esposo da julia que foi pego por ter uma inteligencia incrivel junto a vika e por isso a sally os escolheu.
    4 tiveram relação sim como ja descreveram e a filha foi do 49,mas ai vc se pergunta:pera ai ela vai criar uma filha de um clone morto?ai eu te respondo,ai vc quer demais ne,já que a trama o diretor colocou assim e o filme e uma base CIENTÍFICA, entao porque ela nao pode ter uma filha do seu marido que na verdade esta vivo,mas que foi feito pelo seu proprio clone?ue na nossa vidsa real não existe gravidez artificial?não criaram a ovelha dolly?qual o problema?estão arrumando problema porque não querem entender o filme?então é melhor usar sua imaginacao e criar idéias ao gosto de quem não entendeu e se perguntam o porque disso,o porque daquilo,ai voces querem demais né!!!!
    4 porque eles se vestiam de alienígenas? Ahhh essa eu me recuso a responder,pergutam aos drones que foram programados pra matar os humanos.
    5 como o beech sabia que ele lia livros?ue jack nao foi consertar um drone e caiu num local que tinha livros e leu uma passagem?advinha quem tava lá sempre a espreita observando em quem ele acreditava ser o escolhido?kkkkk o bendito do beech.
    6 sim tinhas 2 casulos,um da julia e um outro que ficou intacto na hora que ele a salvou,é só prestar mais atenção.

    ResponderEliminar
  24. Cara,como tem pessoas que viajam aqui pra entender um filme,ou melhor,uma obra de arte,algo que eu esperava ver a bastante tempo e só tinham filmes que não mudavam muito seu roteiro,se quiser entender o filme melhor,veja novamente, muitas pessoas aqui esponderam questões de outras aqui porque prestaram atenção e só não entenderam alguma parte porque não entenderam mesmo,mas se assistir denovo vão entender.

    1 os clones se alimentam sim de sopa,no estilo que vivem e sem muitos recursos alimentícios, vocês que criticam tanto nao queriam que jack colocassem uma pizza da sadia no microondas ou uma lasanha né? Vamos lá né....
    2 a radiação foi uma das condições criadas por sally como forma dos clones nao irem além do campo (de visão),vamos dizer assim,pra que jack não ficasse por ai passeando e descobrisse coisinhas bobas como seus irmãos clones,seria bem bacana pra ele,assim o filme não ia continuar com sua trama,reduzindo seu roteiro.
    3 só sobrou o jack 52 porque ele era o original e no final o que morre que e o clone 49 está narrando ate porque e ele quem comeca a narrar o filme,entao se vc usar a cabeca,ia ficar show o 52 narrar o final,ja que ele teve uma participacao bem rapida,mas importante,pois ele e o esposo da julia que foi pego por ter uma inteligencia incrivel junto a vika e por isso a sally os escolheu.
    4 tiveram relação sim como ja descreveram e a filha foi do 49,mas ai vc se pergunta:pera ai ela vai criar uma filha de um clone morto?ai eu te respondo,ai vc quer demais ne,já que a trama o diretor colocou assim e o filme e uma base CIENTÍFICA, entao porque ela nao pode ter uma filha do seu marido que na verdade esta vivo,mas que foi feito pelo seu proprio clone?ue na nossa vidsa real não existe gravidez artificial?não criaram a ovelha dolly?qual o problema?estão arrumando problema porque não querem entender o filme?então é melhor usar sua imaginacao e criar idéias ao gosto de quem não entendeu e se perguntam o porque disso,o porque daquilo,ai voces querem demais né!!!!
    4 porque eles se vestiam de alienígenas? Ahhh essa eu me recuso a responder,pergutam aos drones que foram programados pra matar os humanos.
    5 como o beech sabia que ele lia livros?ue jack nao foi consertar um drone e caiu num local que tinha livros e leu uma passagem?advinha quem tava lá sempre a espreita observando em quem ele acreditava ser o escolhido?kkkkk o bendito do beech.
    6 sim tinhas 2 casulos,um da julia e um outro que ficou intacto na hora que ele a salvou,é só prestar mais atenção.

    ResponderEliminar
  25. 7 como é que julia sobreviveu a 3 anos sem comida?ta de brincadeira né? Um solo fértil daquele que ja tinha até tomate ,não preciso nem responder também, quem duvidou de como ela sobreviveu lá sem alimento,não deve saber nem fazer um miojo porque se ficar numa ilha com solo fértil não vai saber nem plantar pra colher!!!!
    8 cenário, queriam um cenário, com mais terra alto numa parte,outra baixa em outra parte,então devereia trabalhar nessa área porque tá querendo muita perfeição, não curtiu as imagens num todo,buscou imperfeições,então porque ver o filme?é melhor ser crítico, tá certo que devemos nos perguntar a algumas situações duvidosas e não meter o malho no filme inteiro,e mais simples falar,nao gostei porque não entendi coisas que não concordei.
    9 jack antes de levar beech no casulo,passou no sitio dele e deixou a julia lá apagada por algumas horas pra dar tempo de fazer sua ultima viagem com beech na nave mae e unica extra terrestre sally
    10 pra terminar e sei que tem muitos porque ainda e se quiser me perguntar eu irei responder,os clones todos eles morreram,ou melhor,(foram desativados),pois sally foi pra uma melhor e pra voce parar pra pensar como isso aconteceu simples:quando ela foi detonada,no final os drones cai tudo em efeito domino no melhor estilo domino,isso quer dizer que todos eram interligados a ela e todos os clones dela explodiram com elas e os da terra desativaram iguais o drones.e voce me pergunta,mas e o 52?a resposta ta la no 3,ahhh antes que eu me esqueça os scavs esperaram 60 anos porque o que moviam a trama e o que o filme queria transmitir é que o que nos move é a fé,esperança e o amor.

    ResponderEliminar
  26. Se quiserem tirar alguma duvida ou se ainda restou alguma ainda,podem me perguntar que irei responder,se nao gostou do filme e mais fácil falar que nao gostou do que ficar criticando, tirar duvidas sobre algo que não entendeu,tudo bem,agora ficar metendo o malho no filme,um filme que marcou e vai ficar pra história, vim na esperança de achar respostas se já estavam na espectativa de dar continuidade a história já que sally era pequena em nosso universo já que o homem num geral acredita que possa existir vida fora do planeta terra,então poderia da continuidade e ir além da sally,mas parabéns ao diretor e que ele possa nos presentear com outras grandes obras que possam vir.

    ResponderEliminar
  27. cara, vc é muito negativo, só vê defeito em tudo, veja o lado positivo das coisas, no fim das contas, esperança e luta por um ideal sempre, paz

    ResponderEliminar
  28. Queria entender 3 coisas que ficou em aberto no meu ponto de vista:

    1- O que acontece com os clones quando se dá o tempo de voltarem para Titã? Suas memórias são apagadas e são enviados de novo? Ou eles são mortos pois não podem ser reaproveitados muito tempo por conta do envelhecimento? Qual é o tempo de vida útil de um clone? Vi que alguém nos comentários falou que é de 5 anos, mas não lembro em qual parte se passa isso.
    2- O que aconteceu com o Jack original? Ele foi clonado e depois morto? Ou teve sua memória apagada e foi o primeiro a ser enviado para a terra?
    3- O que aconteceu com todos os outros clones quando Sally morreu? Eles saíram da nave em busca de alimentos para sobreviver? Pois aquelas sopas não iriam durar para sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. apenas sobre o 1 - creio que não existe a "ida para Titã", Jack menciona isso em algum momento para Julia. A humanidade foi quase toda exterminada e esta é só uma ficção que Sally colocou na memória artificial dos clones. Provavelmente eles precisam certo conforto emocional para funcionarem (a exemplo do que se diz em Matrix); por isso também são um casal.

      Eliminar
  29. 1-certamente eram instrumentos usados pra fazer os serviços sujos de Sally e depois de conseguir o que ela queria,eles não teriam mais serventia e em relação aos clones ter vida útil de 5 anos,não me lembro em nenhum momento alguém ter comentado isso no filme,vou assistir em inglês pra ver se falam isso em algum momento.
    O jack original ja tinha respondido ele é o que é encontrado no deserto pelo 49,ele não é morto,aparece no final e é o único que sobrevive por ser o original,se a memória foi apagada,foi durante o filme,depois não temos como saber por ele só aparecer no final,da pra perceber que ele meio que dar um sinal de que reconhece a esposa e tudo volta ao normal,mas como falei antes,a magia do filme e essa e voce imaginar cenas futuras e na maioria das vezes imaginamos do jeito que gostariamos que fosse.
    3 todos os outros clones desativaram depoi que sally explodiu,como os deones caem,todos caem,estão todos programados por ela.

    Mas o que importa mesmo e como um filme mexe com a imaginação de cada um e não é proibido você imaginar do seu jeito não.

    ResponderEliminar
  30. Muito boas considerações, concordo com a maioria, mas não diminui o impacto emocional do filme. Sem analisar os pormenores, pode ser arrebatador. Dois pequenos detalhes - há paineis solares e cataventos na casa do lago, que presumivelmente geram energia para o toca-discos, iluminação e outros. Fica também implícito que Jack 49 e Julia fazem amor na única noite que passam juntos na casa (puritanamente simbolizado pela casa ilumnada à noite), o que seria o bastante para ela engravidar, possível ainda que improvável.

    ResponderEliminar
  31. A crítica exposta sobre o filme Oblivion somente denota uma coisa: O quanto é amarga essa pessoa que escreveu. Não possui imaginação, não é flexível, vive em função de uma realidade muito dura sendo imcapaz diversão ao ver o filme.Tanto amargor, cuidado para não morrer de diabetes...

    ResponderEliminar
  32. Pq "Sally" deixa Jack entrar com a suposta Julie.
    Pq eles sim eram o casal perfeito. O que ajudaria nos planos da "Sally"

    ResponderEliminar
  33. Já tinha assistido esse filme, e assisti novamente há alguns minutos atrás pois passou na TV. Só queria acrescentar que Malcolm Beech diz a Jack que a roupa que eles usam tem um tipo se proteção que é para se camuflar dos drones, assim como um aparelho para disfarce na voz. E tem uma parte do filme que dá a entender que Jack e Julia tem uma relação sexual, (acontece após ela ficar curada do tiro), por isso a criança pequena com Julia no final do filme

    ResponderEliminar
  34. Já tinha assistido esse filme, e assisti novamente há alguns minutos atrás pois passou na TV. Só queria acrescentar que Malcolm Beech diz a Jack que a roupa que eles usam tem um tipo se proteção que é para se camuflar dos drones, assim como um aparelho para disfarce na voz. E tem uma parte do filme que dá a entender que Jack e Julia tem uma relação sexual, (acontece após ela ficar curada do tiro), por isso a criança pequena com Julia no final do filme

    ResponderEliminar
  35. Já tinha assistido esse filme, e assisti novamente há alguns minutos atrás pois passou na TV. Só queria acrescentar que Malcolm Beech diz a Jack que a roupa que eles usam tem um tipo se proteção que é para se camuflar dos drones, assim como um aparelho para disfarce na voz. E tem uma parte do filme que dá a entender que Jack e Julia tem uma relação sexual, (acontece após ela ficar curada do tiro), por isso a criança pequena com Julia no final do filme

    ResponderEliminar
  36. Os Clones - a ideia de clones é genial, chegar aqui encontrar uma criatura inteligente e adaptada ao meio ambiente,e apenas com uma pequena formatação esta operacional para todo o serviço seja matar reparar etc é top. para que perder tempo?? eles sao eficientes ja andam nisto à muito tempo, no fim os clones sao completamente descartáveis matéria orgânica não fica pra contar historia nao deixa vestígios de tecnologia avançada para os próximos arqueólogos estudarem ou futuras raças aproveitarem lol temos de pensar a 360.

    A lua - outra ideia genial.. pra que evadir com milhares de clones??
    com a destruição da lua foram causados vários cataclismos inundações terramotos e quedas de meteoros e que acabou com grande porcentagem da população na terra, depois era so enviar pequenas equipas de extermínio mais tarde com a resistência e a sua organização é que veio a força de drones para proteger as plataformas. essa força era precária em números e avia queixa de falta de material para as manter.. amigos eles estão de passagem quanto menos recursos gastarem melhor lol o trabalho ja estava a ser terminado na terra mas por azar a resistência estava agora a surgir em força

    As falhas estão nas acções da entidade e ainda bem.. a saber que o planeta ainda tinha uma força de resistência e que avia acções de sabotagem tanto em drones como nas plataformas e mesmo assim deixa entrar o cavalo de troia.

    A nave dos casulos só cai porque a resistência queria o plutónio do mini reator eles n faziam ideia do relacionamento entre eles bla bla bla.

    ResponderEliminar
  37. Enfim so por dizer que é uma versão da historia dos Anunnaki mas no futuro e não no passado, e troca o ouro pela agua de resto esta la tudo mao de obra escrava lua destruída e o despertar da humanidade para um novo começo

    ResponderEliminar
  38. Para assistir uma obra de ficção temos que relevar algumas coisas, mas o interessante é o paralelo que consegui enxergar com o modelo de ocupação americana em alguns países, quem será o bandido e quem é o mocinho?

    ResponderEliminar
  39. Quanto à diferença entre os clones apontada pelo autor do texto: não há! Eles têm a mente/consciência padrão idêntica, do modo como estava antes do Tet capturá-los.. O Tet fez o 'download' de suas mentes, ora, e cada clone é igual física e intelectualmente.

    ResponderEliminar

 

Descontos Em Bilhetes de Cinema

Crítica da Semana

Membro Oficial

Membro Oficial